Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 21 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 21/07/2020.
Alterada em 21/07 às 03h00min

Oportunidades na crise

Se uma grande parte das empresas de pequeno porte não consegue resistir ao abre-e-fecha da crise, há outras que encontraram neste cenário uma oportunidade de fazer negócios. É o caso da startup Icehot, de Bento Gonçalves, que desenvolveu dois aparelhos de higienização das mãos em espaços de circulação pública. O Icegel, originalmente desenvolvido para o fornecimento de água gelada e quente em praças, foi adaptado para atender às necessidades atuais, da distribuição de álcool em gel. Lançado há pouco menos de três meses, o equipamento tem um sistema de acionamento por pedal e já está presente em 15 cidades gaúchas e de Santa Catarina. São 26 totens espalhados pelas cidades. Já o Facilgel é um aparelho menor, mas também acionado por pedal, mais apropriado para o comércio de lojas.
Se uma grande parte das empresas de pequeno porte não consegue resistir ao abre-e-fecha da crise, há outras que encontraram neste cenário uma oportunidade de fazer negócios. É o caso da startup Icehot, de Bento Gonçalves, que desenvolveu dois aparelhos de higienização das mãos em espaços de circulação pública. O Icegel, originalmente desenvolvido para o fornecimento de água gelada e quente em praças, foi adaptado para atender às necessidades atuais, da distribuição de álcool em gel. Lançado há pouco menos de três meses, o equipamento tem um sistema de acionamento por pedal e já está presente em 15 cidades gaúchas e de Santa Catarina. São 26 totens espalhados pelas cidades. Já o Facilgel é um aparelho menor, mas também acionado por pedal, mais apropriado para o comércio de lojas.
O saneamento no RS
A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (Sergs) realizará das 10h30m às 12h 30m desta quinta-feira a live Os Caminhos do RS para a expansão do Saneamento, à luz da lei do novo marco regulatório do setor que acaba de ser sancionada. Entre os participantes do evento incluem-se o secretário nacional do Saneamento, Pedro Borges, e a chefe do Departamento de Saneamento Ambiental do BNDES, Laura de Mattos.
Os Brothers in Arms
Apoiado pelo Instituto Unicred RS, o movimento solidário e voluntário Brothers in Arms completou 120 dias de atuação com nova doação. A organização, que conta com a participação de mais de mil voluntários, doou 340 filtros para respiradores de ar usados por pacientes em UTI no tratamento da Covid-19 no Grupo Hospitalar Conceição. A entidade já destinou mais de 100 mil EPIs para mais de 380 centros de saúde, incluindo 133 hospitais e 105 Unidades Básicas de Saúde (UBS).
Drive thru de vacinas
Numa época em que as taxas de vacinação contra doenças já erradicadas e perigosas caem no Brasil e preocupam autoridades, a clínica de vacinas Imunoclin de Porto Alegre tem uma novidade: o drive-thru de vacina. O cliente verifica pelo telefone se a clínica tem a vacina de que necessita, faz o agendamento e a forma de pagamento e no dia e hora vai ao local indicado no estacionamento do Viva Open Mall para receber a dose.
Créditos tributários
A rede de franquia gaúcha, Dr. Fiscal (drfiscal.com.br) - que recupera créditos tributários em pequenas empresas em 60 dias e cobra o serviço apenas após aprovação perante a Receita Federal - teve aumento de 30% na procura de novos franqueados. Para o treinamento destes profissionais criou um aplicativo específico, que também oferece materiais de estudo para conhecimento da área.
Capital da noz-pecã
O município de Cachoeira do Sul, localizado na Depressão Central, e que já foi referência nacional no cultivo do arroz, conta atualmente com a maior área plantada de noz-pecã da América do Sul. A cidade conta hoje com 1,2 mil hectares cultivados. Tanto que o município deve ganhar um espaço no Guiness Book - o Livro dos Recordes - com a maior escultura de noz-pecã do mundo. O feito até então pertencia à cidade de Bunswick, no estado de Missouri (Estados Unidos), com quatro metros de comprimento. A área plantada e a produção no Brasil crescem a cada ano. Em 2019, a produção chegou a 3,5 mil toneladas, o que colocou o país entre os quatro maiores produtores do mundo de noz-pecã, atrás apenas do México, Estados Unidos e África do Sul, No Brasil, o Rio Grande do Sul é Estado que concentra cerca de 90% da produção nacional, segundo o produtor local, o empresário Edson Ortiz.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Affonso Ritter
Affonso Ritter
Informações sobre negócios corporativos, novas operações e investimentos realizados no Rio Grande do Sul estão na coluna Observador. Jornalista econômico há décadas, Affonso Ritter apresenta, diariamente, notícias e a agenda do ambiente empresarial gaúcho.