Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Edição impressa de 13/12/2018. Alterada em 13/12 às 01h00min

Loja on-line na indústria

Produzindo abraçadeiras técnicas, a caxiense Metalmatrix acaba de lançar sua plataforma de venda on-line para aproximar os produtos dos clientes, simplificar o processo de compra e expandir seu mercado. E, com isso, ela se transformou na única fabricante deste produto a possuir uma loja on-line e com a expectativa de elevar em 20% seu faturamento de 2019. Atendendo a países da América Latina, a Metalmatrix quer atingir todos os públicos nos segmentos do comércio atacadista, da indústria automotiva, agrícola, metalúrgica, elétrica, naval, da construção civil, entre outros. De acordo com o gestor comercial, Marcos Téche Vieira, a loja on-line irá viabilizar maior agilidade e uma política comercial mais flexível.
A cadeia do plástico
Desde seu lançamento há cinco anos, o Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico - PICPlast -, já investiu mais de R$ 17 milhões em ações voltadas para o aumento da competitividade do setor, R$ 170 milhões no incentivo à exportação e R$ 10 milhões em ações de promoção das vantagens do plástico. A Região Sul é bastante relevante para esta cadeia, já que concentra o segundo maior número de transformadores da indústria do plástico no Brasil.
Compre e troque
Os clientes do Praia de Belas Shopping, que somarem R$ 400,00 em notas fiscais das lojas participantes, poderão trocá-las por um cupom para concorrer a um carro Audi, modelo A3 Sedan Ambiente. Os 18 mil primeiros que trocarem suas notas receberão um Chocottone Frutas Vermelhas, da Bauducco, um por CPF.
Motos Ducati no RS
O Grupo Top Car acaba de inaugurar em Porto Alegre a única concessionária de Motos Ducati do Estado, com vistas a comercializar 120 unidades ao ano da marca italiana de luxo ao preço médio de R$ 65 mil. Oriundo de Santa Catarina o grupo já distribui no Estado as marcas Audi, Jaguar e Land Rover. A nova loja Top Car Ducati reafirma os planos de expansão do Grupo inserindo-se no segmento premium de duas rodas.
Mais hamburguerias
Severo Garage inaugura hoje no shopping Praça Nova de Santa Maria a 16ª loja e a primeira da cidade, no modelo das demais da marca. Ainda em 2018, está prevista a inauguração de loja em Chapecó, a segunda em Santa Catarina. E para o primeiro semestre de 2019, já estão confirmadas franquias em São Paulo, Joinville, Blumenau, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Uruguaiana.
Bibi de selo diamante
Confirmando seu comprometimento em oferecer o que há de melhor para o desenvolvimento natural e saudável da criança, a Calçados Bibi tornou-se a primeira empresa a receber a certificação máxima do Programa Origem Sustentável. Ele certifica empresas que incorporam 52 indicadores de sustentabilidade em seus processos produtivos.
Recuperar dívidas pelo cartório
O Rio Grande do Sul recuperou no 3º trimestre do ano R$ 15,9 milhões por meio da quitação de 3.392 títulos apresentados a protesto pelo poder público federal. Segundo o presidente do Instituto de Estudos de Protesto do RS, tabelião Romário Mezzari, os números confirmam a segurança jurídica do protesto para cobrar dívidas. "É uma ferramenta que tem sido usada cada vez mais por entidades públicas e privadas e até pessoas físicas, porque 75% das dívidas encaminhadas ao cartório são resolvidas em até três dias úteis", detalha. No Brasil, a arrecadação via Cartórios de Protesto atingiu no período R$ 171 milhões de 26.728 títulos quitados. O Rio Grande do Sul é o terceiro estado que mais recuperou dívida para o poder federal após São Paulo e Rio de Janeiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia