Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de julho de 2018.
Feriado em São Paulo - Revolução Constitucionalista.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 09/07/2018. Alterada em 08/07 às 23h52min

O País em cima do caminhão

Passado um mês da greve dos caminhoneiros - que paralisou o País durante uma semana -, começam a aparecer as consequências trágicas de uma escolha errada feita pelo Brasil, escolha na qual teima em persistir: de carregar sua riqueza em cima do caminhão. A produção da indústria nacional recuou 10,9% em maio sobre abril deste ano; 6,6% sobre maio do ano passado; e diminuiu de 4,5% para 2% o acumulado deste ano, segundo o IBGE. Já o Índice de Desempenho Industrial gaúcho (IDI-RS) recuou 8,7% sobre abril, com ajuste sazonal, segundo a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), registrando a segunda maior retração da série iniciada em 2003, atrás somente de dezembro de 2008 (-9,3%). A outra consequência foi um aumento de 1,26% da inflação medida pelo IPCA, a maior taxa desde 1995 e 0,86 ponto percentual acima de 0,40% de maio, elevando o acumulado de 12 meses de 2,86% para 4,39%.
Repercussão mundial
A greve dos caminhoneiros teve ampla repercussão mundial. Tanto que foi reiteradamente citada no Encontro Econômico Brasil-Alemanha, ocorrido nos dias 25 e 26 de junho em Colônia, na Alemanha, sempre que se falou de infraestrutura no Brasil. Não foi uma boa notícia para quem tem planos de investir aqui.
O bazar de Ruy Spohr
Acontece, na tarde de hoje, a edição extra do Bazar Rui Spohr no ateliê da Miguel Tostes em Porto Alegre. É do estilista que se aposentou recentemente, mas continua investindo na marca, construída ao longo de sua história. São tecidos, botões, plumas, linhas, flores em tecido e croquis assinados pelo estilista, à disposição do público em geral e de profissionais da área de moda e design.
O final feliz no Simers
A direção do Simers, presidida por Paulo de Argollo Mendes, assiste, hoje de manhã, gratificada, em sua sede, o final feliz da campanha amplamente exitosa para salvar o Hospital Beneficência Portuguesa (de 164 anos). É o ato de assinatura do contrato com o novo gestor, a Associação Beneficência São Miguel, de Gramado.
Dia do Panificador
A presidente do Sindipan-RS, Carla Carneballi, lembra, no dia dedicado aos panificadores, neste domingo, que o setor sofre de carência enorme de profissionais qualificados. Em muitas padarias há constantes vagas de trabalho a serem preenchidas. E parabéns àquelas que não se contentam em vender pão, mas criaram um ambiente gostoso para seu consumo junto com um café ou chá.
Protótipo Parque Pontal
Melnick Even inaugura, na tarde de hoje, o protótipo do Parque Pontal, com o anúncio de extensa programação de eventos até o final do ano. Tem 10 mil metros quadrados construídos no prazo recorde de 60 dias. A abertura ao público é amanhã.
Os 18 anos dos medicamentos genéricos
O Brasil comemora 18 anos do registro do primeiro medicamento genérico, período em que seu consumo passou por verdadeira revolução, com custos muito mais acessíveis à população. Um dos destaques é a segurança no consumo, confirmada por levantamento inédito da Anvisa, revelando que os genéricos em comercialização têm elevado índice de aprovação em análises feitas para atestar qualidade e segurança dos produtos. De um total de 284 lotes analisados em 2016 e 2017, 85,9% estavam em conformidade com informações do fabricante e exigências técnicas. Como é bastante comercializado no Brasil, a quantidade de lotes de genéricos selecionados para testes no período representou 61,4% do total avaliado. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia