Porto Alegre, sexta-feira, 30 de julho de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 30 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Varejo

- Publicada em 22h35min, 30/07/2021. Atualizada em 23h00min, 30/07/2021.

Galeria Chaves quer ser um centro cultural no 'caminho' das pessoas

Banda Sopro Cósmico é uma das atrações nas sessões da temporada do Dia dos Pais

Banda Sopro Cósmico é uma das atrações nas sessões da temporada do Dia dos Pais


PATRÍCIA COMUNELLO/ESPECIAL/JC
Patrícia Comunello
Quem passa pela Galeria Chaves, no coração do Centro Histórico de Porto Alegre, é atraído literalmente pelo som que vem do corredor principal, no nível da rua dos Andradas. Os lojistas, serviços de alimentação e outros segmentos e a direção de um dos mais tradicionais centros comerciais da cidade montaram uma programação que combina música e promoção para o público, como sorteios.
Quem passa pela Galeria Chaves, no coração do Centro Histórico de Porto Alegre, é atraído literalmente pelo som que vem do corredor principal, no nível da rua dos Andradas. Os lojistas, serviços de alimentação e outros segmentos e a direção de um dos mais tradicionais centros comerciais da cidade montaram uma programação que combina música e promoção para o público, como sorteios.
A colunista do #MinutoVarejo experimentou isso na pele. Estava circulando na região,depois de gravar o vídoe da coluna, quando ouviu o som dos instrumentos musicais da banda Sopro Cósmico e resolveu caminhar pelo local. Era por volta das 14h. Com o dia de sol, a luz que penetrava pela claraboia (teto de vidro) central deixava tudo perfeito: arquitetura renascentista da primeira galeria de Porto Alegre e música.    
A ideia de unir arte e varejo estreou no Dia dos Namorados e se repete para o Dia dos Pais. Mais que ser um corredor, que muita gente cruza para encurtar o caminho da "parte alta" do Centro (rua dos Andradas) para a "baixa" (rua José Montaury), entorno do Largo Glênio Peres e Mercado Público, a galeria almeja prolongar a parada das pessoas. 
A Pronto Ponto, que entrou este ano na administração da Chaves, quer transformar o espaço em um centro cultural. A agenda de bandas vai até a sexta-feira (6), antes do domingo (8) da data promocional.
A Sopro Cósmico integrou a escala, que já teve voz e violão com Bibiana Petek. A cantora Débora Neto, que participou do programa Ídolos, faz a última sessão. A equipe de markerting da gestora diz que a sexta-feira se firma como a principal na agenda, por atrair mais gente. As pessoas param de pé, ao redor da banda ou músico, para curtir.
Fazer um registro com o celular e postar em redes sociais também é "obrigatório". A equipe de marketing só pede para, se der, marcar a @galeriachavespoa, no Instagram.

A galeria espera unidade da Starbucks 

O centro comercial soma 51 espaços, entre lojas, serviços e sete negócios de alimentação. Apenas três pontos estão vagos no subsolo. Já um quarto, bem na entrada da galeria, de quem chega pela Andradas, vai se instalar o que pode ser a primeira unidade do Starbucks no Rio Grande do Sul ou uma das cinco prometidas. O BarraShoppingSul está no páreo de quem será o precursor. 
A previsão é que a abertura na Chaves ocorra até o fim do ano. O imóvel está desocupado - antes era uma loja de sapatos -, mas ainda não há movimentação de obras do tão esperado novo inquilinho da primeira galeria de Porto Alegre.
Comentários CORRIGIR TEXTO