Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado digital

13/07/2020 - 14h44min. Alterada em 13/07 às 21h24min

Braskem Labs ganha reforço de multinacionais e avança com versão on-line

Iniciativa selecionou 21 startups das áreas de química e do plástico que passarão por mentoria

Iniciativa selecionou 21 startups das áreas de química e do plástico que passarão por mentoria


BRASKEM COMUNICA/DIVULGAÇÃO/JC
A edição de 2020 do Braskem Labs, programa que visa impulsionar negócios sustentáveis criados a partir da química e do plástico, conta com um reforço de peso esse ano: quatro gigantes como Ambev, BRF, AkzoNobel e Grupo Boticário.
A edição de 2020 do Braskem Labs, programa que visa impulsionar negócios sustentáveis criados a partir da química e do plástico, conta com um reforço de peso esse ano: quatro gigantes como Ambev, BRF, AkzoNobel e Grupo Boticário.
As companhias já trabalharam juntas para escolher os 21 projetos selecionados para a próxima fase. “As co-sponsors são empresas que também se interessam por negócios sustentáveis e, por atuarem diretamente com o consumidor final, trazem um olhar do cliente em relação às expectativas em inovação. Além disso, abrem a possibilidade de desenvolver parcerias ou negócios com essas startups após o programa de aceleração”, comenta a responsável pelo Braskem Labs, Marina Rossi.
As empresas, que pertencem à cadeia de valor da Braskem, inclusive, também participarão ativamente do processo de aceleração e terão a oportunidade de mentorar e se conectar com os empreendedores selecionados.
Nesta edição, por conta do distanciamento social necessário durante a pandemia do novo Coronavírus, a seleção para o Braskem Labs aconteceu em quatro dias de pitch totalmente on-line. Mais de 800 pessoas se engajaram, entre integrantes das empresas participantes e importantes nomes da cadeia da química e do plástico.
Das startups que seguirão no Braskem Labs, 10 irão participar do Braskem Labs Ignition, focado em startups ainda em fase de validação de modelo de negócio; e 11 do Braskem Labs Scale, que oferece suporte para negócios em fase de tração ou escala, impulsionando seu crescimento. Mais de 70 startups já foram aceleradas pelos dois programas nos últimos quatro anos, 96% delas continuam no mercado e 40% atraíram investimentos externos.
A próxima fase acontece entre julho e setembro deste ano quando os empreendedores participarão de workshops e mentorias com executivos da Braskem e co-sponsors, com dinâmicas envolvendo desde o estabelecimento de um público-alvo à construção do modelo de negócio. A plataforma conta ainda com apoio do Quintessa, aceleradora dedicada a negócios de impacto social ou ambiental positivo.
O Braskem Labs é equity free, ou seja, as empresas apoiadoras não se tornam sócias das startups ao final. Marina explica que essa prerrogativa reforça o posicionamento do programa em prol de negócios de impacto social positivo. “As conexões geradas durante o programa são muito positivas e enriquecedoras e, mesmo sem vínculos econômicos, essas parcerias surgem de forma espontânea”, analisa.
Desde o início da plataforma, mais de 25% das empresas participantes fizeram algum tipo de negócio com a Braskem. Um exemplo é a startup Gota, que desenvolveu uma estação compacta de tratamento de esgoto, altamente eficiente na retirada de carga orgânica. A solução não deixa cheiro, possui baixo custo de manutenção e é ideal para ser usada onde o saneamento tradicional não chega ou é inviável economicamente, como comunidades isoladas ou periféricas em grandes cidades.
A Braskem, em parceria com o Gota, o Instituto Trata Brasil e a Prefeitura de Mogi das Cruzes, está rodando um piloto que já atestou resultados positivos com eficiência medida por órgão especializados acima de 95% de remoção de carga orgânica.
De acordo com Marina, além de um evidente benefício para as startups, o Braskem Labs também exerce um papel essencial para a Braskem. “Nossos líderes e integrantes podem se voluntariar como mentores e apoiar as startups ao longo do período de aceleração. Essa atividade fomenta o desenvolvimento de novas habilidades nesses integrantes, abre horizontes, novos mindsets e ajuda a fortalecer a inovação e a sustentabilidade dentro da Braskem”, diz.
Selecionadas do Braskem Labs Ignition:
  1. Closin
  2. EDB Poliois Vegetais
  3. Sileto
  4. Wastebank
  5. MadTech
  6. Beone
  7. Gaia Social/Viraser
  8. Re.pote
  9. Green Mining
  10. PrintGreen3D
Selecionadas do Braskem Labs Scale:
  1. Recigases
  2. Ambflex
  3. Recicleiros
  4. Eacea
  5. Já Fui Mandioca
  6. Greening Hub
  7. Tamoios
  8. BR Polen
  9. 3D Criar
  10. Arco Resíduos
  11. Molecoola
Comentários CORRIGIR TEXTO