Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

09/05/2019 - 18h38min.
Alterada em 09/05 às 18h54min
COMENTAR | CORRIGIR

HP inicia oferta de impressão 3D para manufatura em parceria com SKA

Segmentos como de healthcare, automotivo e aeronáutico estão no radar da empresa

Segmentos como de healthcare, automotivo e aeronáutico estão no radar da empresa


HP/DIVULGAÇÃO/JC
A gigante HP anunciou essa semana o início da disponibilização comercial do seu portfólio de soluções de impressão 3D para o setor de manufatura no Brasil. A operação já nasce com um cliente importante, a Flex, multinacional que atua na fabricação de produtos eletrônicos.
“Estamos felizes em trazer nosso conhecimento em impressão 3D e manufatura digital ao Brasil, um dos centros industriais mais robustos e de crescimento mais rápido na América Latina”, afirma Claudio Raupp, diretor administrativo da HP Inc. no Brasil. A companhia já atua com esse produto na Europa, nos Estados Unidos e na China.
A preparação para a entrada no mercado brasileiro com uma nova categoria envolveu muita preparação, especialmente na criação do ecossistema adequado para o lançamento dos produtos. “A oferta da impressora de 3D na manufatura exige conhecimento dos processos industriais e de como essa tecnologia traz mais produtividade e inovação para as indústrias. Por isso, precisávamos ter o parceiro de negócios certo”, afirma Raupp.
A escolhida para apoiar esse processo e ficar responsável pela venda em todo Brasil é a gaúcha SKA Industrial, especializada em automação industrial e uma das principais revendas do Brasil em software de design industrial. “Temos experiência em impressão 3D, design mecânico e fabricação. Nossa equipe comercial é especializada e foi treinada e certificada pela HP”, conta o presidente da SKA, Siegfried Koelln. Segundo ele, a empresa também está construindo um moderno laboratório para exibir a tecnologia HP Multi Jet Fusion na sua sede, em São Leopoldo (RS).
Ter um parceiro que entenda desse mercado é importante também para a abertura de oportunidades. Até porque, o modelo de venda destas soluções é novo. A HP é uma empresa do mundo da Tecnologia da Informação (TI), e os seus relacionamentos são com os departamentos de tecnologia das empresas. “A impressora 3D não faz parte deste universo. O principal cliente é gestor industrial, que é quem está buscando eficiência e inovação em manufatura”, diz Raupp.
As duas companhias já trabalharam juntas na implementação e instalação de sistemas de impressão 3D da HP na sede da Flex, localizada em Sorocaba (SP). Com a instalação de impressoras 3D HP Jet Fusion, a Flex agora pode oferecer manufatura aditiva sob demanda a clientes locais, o que deve acelerar o design, a produção e a melhoria da eficiência em todo o ciclo de manufatura.
Os gastos mundiais com impressão 3D deverão atingir US$ 13,8 bilhões em 2019, de acordo com Guia de Gastos divulgado recentemente pela IDC. A expectativa é que a América Latina tenha um dos crescimentos mais rápidos em impressão 3D, com taxa de crescimento anual composta de mais de 25%.
Diversos mercados são vistos como potenciais no Brasil para essa oferta. Um deles é o automotivo. O executivo cita o fato de que 79% da produção de automóveis na América Latina está no País e aposta que a impressão 3D vai trazer qualidade e velocidade tanto na montagem do primeiro carro, que é usado para a aprovação final do produto, e também das peças. “O Brasil tem parque industrial automotivo muito apropriado para impressão 3D industrial em larga escala”, analisa Raupp. Outros mercados endereçados são o de aeronáutica, outros segmentos de manufatura e de healthcare.
A HP é líder mundial no fornecimento de impressoras 3D para produção em plástico. A tecnologia de impressão 3D Multi Jet Fusion permite o desenho e a produção de peças que até então não era possíveis. Em 2018, mais de 10 milhões de componentes impressos em 3D foram produzidos com a tecnologia HP Multi Jet Fusion.
HP/DIVULGAÇÃO/JC
Ainda que 50% das peças dos carros sejam de plástico, nem todos os insumos são iguais. Alguns são mais leves, pesados ou têm mais rigidez. “Estamos trabalhando com parceiros da área química para desenvolvimento de mais materiais, o que vai aumentar o universo de possibilidades do nosso negócio”, ressalta Raupp. No futuro, a ideia é partir para produtos com múltiplas propriedades físicas, como rigidez e flexibilidade variáveis, diversas cores e texturas, condutibilidade e comunicação elétricas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Patrícia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.