Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de agosto de 2018.
Dia do Patrimônio Histórico.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 16/08/2018.
Alterada em 17/08 às 15h24min
COMENTAR | CORRIGIR

Kaspersky cresce 18%

KASPERSKY/DIVULGAÇÃO/JC
A Kaspersky Lab cresceu 18% na América Latina em 2017, sendo que 38% nas grandes corporações (o que inclui venda de soluções e de serviços). No primeiro semestre deste ano, o crescimento continua firme, afirma o diretor-geral da Kaspersky Lab para a América Latina, Claudio Martinelli.
"Queremos chegar em três anos com o dobro da operação atual. Acreditamos na região", afirma. Atualmente, a companhia tem cerca de 100 pessoas atuando na América Latina - 30 novas pessoas desde o ano passado. O executivo comenta que o bom momento junto às grandes corporações é reflexo da evolução da proposta da companhia russa para atender a esse mercado. "Hoje em dia, não vendemos mais apenas produtos de proteção básica, mas serviços inteligentes adicionais", relata.
Essa estratégia está alinhada com a percepção do crescimento dos ataques dirigidos a determinadas empresas, para roubar dinheiro ou dados importantes - o que, no final das contas, também acaba se tornando perda financeira. "O crime digital é sem fronteiras. Podemos prover para as empresas indicadores de comprometimentos de operações por infecções que estão acontecendo na Ucrânia, por exemplo, antes que aconteça no Brasil. Reagir a um incidente é muito mais caro que prevenir", alertou durante a 8ª Conferência de Analistas de Segurança para a América Latina, que acontece nesta semana na Cidade do Panamá.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Patrícia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.