Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 03/02/2020.
Alterada em 03/02 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Ah, a Propaganda...

Coluna Intervalo Legenda Tendências Comunicação Empresarial 2019 Crédito Divulgação Coletiva.net

Coluna Intervalo Legenda Tendências Comunicação Empresarial 2019 Crédito Divulgação Coletiva.net


/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC
Que coisa! Porque a propaganda sempre tem de estar metida nos grandes escândalos? Sai governo, entra governo, e é a mesma coisa: tem polêmica? Lá está a publicidade no meio. Teve o Marcus Valério, "o cara aquele do PT", do Banco do Brasil, que fugiu pra Itália (nem percam tempo pesquisando o nome). Temos também nossas versões gaúchas, claro. A Operação Mercari, a Operação Cartola, por exemplo. E, agora, neste governo, que se diz o mais puro de todos, vem à tona o caso do chefe da Secom federal, Fábio Wajngarten. Legal, mas imoral, dizem. O fato é que já quebraram os cristais - e para recuperá-los é missão geralmente impossível. Ah... a Propaganda. Que nos encanta. Que nos envergonha.
Que coisa! Porque a propaganda sempre tem de estar metida nos grandes escândalos? Sai governo, entra governo, e é a mesma coisa: tem polêmica? Lá está a publicidade no meio. Teve o Marcus Valério, "o cara aquele do PT", do Banco do Brasil, que fugiu pra Itália (nem percam tempo pesquisando o nome). Temos também nossas versões gaúchas, claro. A Operação Mercari, a Operação Cartola, por exemplo. E, agora, neste governo, que se diz o mais puro de todos, vem à tona o caso do chefe da Secom federal, Fábio Wajngarten. Legal, mas imoral, dizem. O fato é que já quebraram os cristais - e para recuperá-los é missão geralmente impossível. Ah... a Propaganda. Que nos encanta. Que nos envergonha.

Investimento no RS

A Zenvia - plataforma de comunicação que busca simplificar a relação entre empresas e consumidores - prevê a abertura de 140 oportunidades profissionais ao longo deste ano. As vagas são para os escritórios de Porto Alegre e São Paulo e, inclusive, há processos abertos para diversas áreas. Dessas oportunidades, 50 são destinadas a desenvolvedores, profissionais de tecnologia e produto. Por aqui, serão selecionados Analista de Inteligência de Mercado Sênior; Analista de Suporte Júnior; Analista de Segurança da Informação Júnior; e Engenheiro (a) de Dados Sênior. A empresa explica que cada vaga aberta tem seu próprio processo seletivo, construído sob medida conforme o perfil desejado para a posição. Os interessados podem se inscrever e consultar os pré-requisitos para cada oportunidade no site https://zenvia.gupy.io.

Que continuem os jogos

Na última semana, esta coluna noticiou o início da corrida por uma parte da maior conta publicitária do Estado, a licitação do Banrisul, que tem verba prevista de mais de R$ 75 milhões para a contratação de até três agências. Após anunciar que, entre as 10 concorrentes, apenas quatro permaneceram classificadas, chegou o momento da apresentação de recursos e contrarrazões. Da dezena de licitantes, oito entraram com seus pedidos - Matriz, Escala, Moove e Engenho de Ideias (classificadas), e BriviaDez, Centro, Competence e Global (desclassificadas). Entre as solicitações, as mais comuns foram revisão de notas atribuídas a cada uma das agências, falta de equidade no critério de julgamento, além de terem sobrados críticas quando às justificativas apresentadas (ou a ausências delas) pelos membros da Comissão de Licitação. Hoje se encerra o prazo para que aqueles que foram citadas entrassem com suas defesas. Segue o jogo...

Agências

Coluna Intervalo Legenda SPR reconquista conta da Segware Crédito Divulgação Coletiva
Coluna Intervalo Legenda SPR reconquista conta da Segware Crédito Divulgação Coletiva
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC
  • DZ Estúdio foi a responsável por realizar a ação para o Sicredi referente ao patrocínio da instituição financeira aos campeonatos carioca e paulista de futebol de 2020. Também é deles - em parceria com a DEx01 - o novo posicionamento da Lume - Business Intelligence, empresa de consultoria em SEO (Search Engine Optimization), Google Analytics e Business Intelligence.
  • SPR reconquista Segware e cria campanha para lançamento de novo módulo da plataforma Sigma. Ação faz parte dos planos de expansão da empresa, que recentemente teve o controle acionário adquirido pelo empresário David Neeleman, fundador da Azul Linhas Aéreas e sócio da portuguesa TAP.
     

Gente

Michel Serebrinsky é diretor de Novos Negócios da BriviaDez
Michel Serebrinsky é diretor de Novos Negócios da BriviaDez
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC
  • A BriviaDez anunciou recentemente seu novo diretor de Novos Negócios, que terá como foco a expansão da carteira a partir de São Paulo. Trata-se de Michel Serebrinsky (acima), formado em Relações Internacionais e Business Negotiation, pela Universidade de Michigan. O executivo tem mais de 15 anos de experiência na área de negócios e marketing, iniciou a carreira na área de tecnologia, trabalhando para aceleradoras e startups e acumula passagens por empresas como Don't Panic, Brazil ArtFair, Universal Music Group e Gadal. Tem em seu portfólio o atendimento a contas como Nokia, Unilever, Colgate, P&G, Samsung e Sony. Serebrinksy conta que aceitou o convite movido pelo desafio: "Quero contribuir, ampliando o destaque da BriviaDez nos mercados em que atua, sempre focando em resultados tangíveis".
  • O jornalista André Machado foi nome escolhido para ser o próximo superintendente de Comunicação da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A Sessão Solene de posse dos novos membros da Casa está marcada para hoje, 3 de fevereiro.

Perfil

Coluna Intervalo Legenda Germano Bedin Crédito Arquivo Pessoal
Coluna Intervalo Legenda Germano Bedin Crédito Arquivo Pessoal
/ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
A Propaganda estava bem longe dos seus planos, mas durante uma fase na qual se viu perdido na Administração de Empresas surgiu uma oportunidade de conhecer esse mundo. Germano Bedin foi chamado para um trabalho pontual na Associação Riograndense de Propaganda (ARP) - e lá se vão mais de 10 anos desse "trabalho temporário". Nesse tempo, cresceu a paixão pela área e mais ainda pela entidade. Gremista fanático, louco por gastronomia e cerveja artesanal, ele é o típico "low profile", ou seja, seu habitat natural é qualquer lugar longe dos holofotes. Saiba como foi esta última década que fez o gerente executivo da ARP dar tudo de si pelos profissionais deste mercado.

Parceiros

A primeira revista Tendências do ano, selo editado por Coletiva.net, já está em produção. A terceira edição da Tendências Comunicação Empresarial pautará temas como o crescimento do Endomarketing, a felicidade no ambiente de trabalho do meio da Comunicação, a relevância e o futuro dos porta-vozes e empresas que têm relacionamentos mais pessoais com os clientes - na contramão do digital. A previsão de lançamento é março de 2020.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia