Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 23/12/2019.
Alterada em 23/12 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

(Quase) Acabando...

Luciano Potter

Luciano Potter


/JEFFERSON BOTEGA/DIVULGAÇÃO/JC
Pedindo nova licença dos textos de reflexão e/ou provocação...
Pedindo nova licença dos textos de reflexão e/ou provocação...
Tradicionalmente, a coluna Intervalo publica, ao final de cada ano, algumas edições especiais com um panorama dos últimos 12 meses no mercado publicitário gaúcho. Diferentemente do que vinha se apresentando em conversar informais, quando se trata de pensar nos desafios e vitórias, as agências se mostram mais otimistas. Ou seja, 2019 parece terminar melhor do que começou.
Veja alguns balanços dos empresários da Propaganda gaúcha:
 

Foi um grande ano

Aira, Luana, Fuscaldo e Gabriel
Aira, Luana, Fuscaldo e Gabriel
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC

Indicada pelo terceiro ano consecutivo a Agência do Ano, a Moove avaliou 2019 como um grande ano. Isso porque investiu na qualificação das pessoas e em novas contratações, fortaleceu as áreas de Relacionamento e Negócios, Inteligência Criativa e Performance. "Consolidamos nossa convicção de que, para ser uma grande agência, a Moove precisa, antes de tudo, respeitar as pessoas e o mercado", diz o head de Performance da agência, Gabriel Fuscaldo. Segundo ele, o período serviu para que prestassem um serviço estratégico às empresas para que seus negócios sigam competitivos na constante revolução digital. Por conta disso, manter o bom relacionamento e desenvolver novos projetos com os atuais clientes foi prioridade no ano.

Olhar para dentro

Davi Neves, CEO 
da DZ Estúdio
Davi Neves, CEO da DZ Estúdio
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC

Mudanças, sim, mas especialmente as internas. Assim termina o ano da DZ Estúdio, conforme o CEO Dani Neves. A empresa foi reestruturada em unidades de negócios focadas e especialistas em comunicação (Creative), consultoria de marketing (Strategy), desenvolvimento web (Tech) e produção audiovisual (Production). As quatro unidades estão sendo acessadas pelos clientes de forma avulsa ou através de serviços combinados. "Esta mudança proporcionou mais leveza e controle operacional", explica Davi. Dentre as principais conquistas deste ano, a empresa expandiu a operação para São Paulo. "Há alguns anos queríamos isso, mas optamos por fazer quando Porto Alegre estivesse 100% ", diz ele.

Aos 45 do segundo

Sebastião Ribbeiro, 
sócio-diretor da Cartola
Sebastião Ribbeiro, sócio-diretor da Cartola
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC

O ano até pode ter começado mais difícil para Cartola, visto todas as dificuldades econômicas e políticas do País, mas ele se encerra muito melhor do que as expectativas. "Todo mundo viu que é hora de dar uma virada, mesmo que ela não seja abrupta", avalia o sócio Sebastião Ribeiro. De agência de conteúdo, a empresa de reposicionou para uma agência estratégica com foco em conteúdo. Ou seja, passou a entregar planejamento, distribuição e tudo mais. A Cartola abrirá 2020 com cinco novidades em seu portfólio: "No último trimestre, foi feito muito negócio. Empresas que estavam com o dinheiro trancado resolveram soltá-lo neste final de ano contratando serviço de comunicação", pondera Sebastião.

Mudanças e renovação

Geraldo de Brito, 
sócio-diretor da DeBrito
Geraldo de Brito, sócio-diretor da DeBrito
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC
Na visão do sócio-diretor Geraldo de Brito, as duas palavras que definem o ano da DeBrito Sul são mudanças e renovação. Isso porque a saída de Liana Bazanela do comando regional resultou em mexidas importantes, além disso, o que era DB.co, agora, vira o ano chamando-se Debrito Brasil de Porto Alegre. Conforme o executivo, 2019 foi, de maneira geral, um bom ano para a empresa, apesar de ter sido um período difícil para o País, ainda com reflexo da crise de 2018. "Tivemos um pequeno crescimento e consolidamos nossas posições nos principais clientes", afirma. Uma das principais conquistas foi a volta da Faculdade QI para a carteira de clientes, em novembro. Com isso, Geraldo resume: "Termina melhor do que começou".
 

Preparação para consolidação

Martin Haag, 
diretor-geral da EscalaCity
Martin Haag, diretor-geral da EscalaCity
/COLETIVA.NET/DIVULGAÇÃO/JC

São muitas as conquistas da EscalaCity, na visão do seu diretor-geral, Martin Haag. Teve chegada de três novas contas importantes, reorganização de equipes, mudança do espaço de trabalho e atualização da identidade da empresa. Segundo ele, a agência investiu na presença institucional nas redes sociais, adotou nova direção-geral, a qual ele divide com Paulo Melo, criou parcerias e migrou para um novo sistema operacional, totalmente focado em projetos. "Enfim, nos preparamos bem para um novo ano, que promete crescimento", resume Martin. Outro destaque foi a ampliação da oferta de serviços, entrando em consultoria de branding, estudos de mercado e design. "Ganhamos muito mais integração."

PERFIL

Ele nunca quis mudar o mundo com o Jornalismo e, se a sua vida profissional precisasse de uma definição "raiz", essa seria o entretenimento. Já tem quase 20 anos que Luciano da Silva Lopes virou apenas o Luciano Potter. Aquele que domina a Comunicação, seja no microfone do rádio, da TV ou do podcast, seja na escrita do papel ou do online. Colorado assumido, pai de dois filhos - o Federico e o Santiago - praticamente sem restrições musicais ou cinéfilas, uma das poucas certezas que quer manter na vida é não ter certeza de nada. Ou seja, a fase atual é de se desprender de conceitos prontos e estudar tudo aquilo que está fora da sua zona de conforto. Essas e outras preferências podem ser conferidas no último perfil do ano em Coletiva.net.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia