Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de setembro de 2019.
Dia da Secretária. Dia do Jornaleiro.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 30/09/2019.
Alterada em 30/09 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia amiga

Esta coluna defende sempre a necessidade de interação humana - afinal, nada substituirá o olho no olho, o abraço e a famosa sola de sapato gasta. Por outro lado, nunca se teve a intenção de demonizar a tecnologia, já que a Comunicação foi, sem dúvidas, uma das áreas mais afetadas pelo mundo digital. E se ela está aí para nunca mais sair, que seja usada com inteligência. Esta, inclusive, pode ser (e já é) artificial. Recentemente, uma empresa criou um banco de imagens com resultados produzidos pela tal tecnologia: são mais de 100 mil faces realistas, que podem ser customizadas de forma gratuita. A meta agora a meta é criar uma versão do software que possibilite a geração de imagens de forma rápida, a fim de colaborar com os profissionais de design, sem que estes precisem se preocupar com questões de direito de imagem. Está aí uma oportunidade que não pode ser ignorada. Tecnologia, sua linda, seja bem-vinda!
Esta coluna defende sempre a necessidade de interação humana - afinal, nada substituirá o olho no olho, o abraço e a famosa sola de sapato gasta. Por outro lado, nunca se teve a intenção de demonizar a tecnologia, já que a Comunicação foi, sem dúvidas, uma das áreas mais afetadas pelo mundo digital. E se ela está aí para nunca mais sair, que seja usada com inteligência. Esta, inclusive, pode ser (e já é) artificial. Recentemente, uma empresa criou um banco de imagens com resultados produzidos pela tal tecnologia: são mais de 100 mil faces realistas, que podem ser customizadas de forma gratuita. A meta agora a meta é criar uma versão do software que possibilite a geração de imagens de forma rápida, a fim de colaborar com os profissionais de design, sem que estes precisem se preocupar com questões de direito de imagem. Está aí uma oportunidade que não pode ser ignorada. Tecnologia, sua linda, seja bem-vinda!

Novo capítulo (parte 3.593)

A licitação da Prefeitura de Porto Alegre para contratar duas agências de propaganda teve novo briefing divulgado em julho. Na última semana, a sessão de entrega das novas propostas contou com a participação de sete concorrentes: Centro, Competence, Engenho de Ideias, EscalaCity , Matriz, Morya e SPR. A outras seis que haviam participado da primeira tentativa não retornaram à disputa - Capella, DeBrito, Global, Moove, Nacional (do Rio de Janeiro) e Rage. A partir de agora, a subcomissão, que se manteve a mesma, avaliará as propostas e os registros em ata, feitos pelos representantes das agências. Na próxima sessão, as notas serão divulgadas e será aberto o prazo para recursos e contra-razões. Atualmente, está em jogo uma verba de R$ 5 milhões para seis meses.

Legado ao mercado

O publicitário Luiz Augusto Cama, um dos principais profissionais da área e responsável pela construção da história da Associação Riograndense de Propaganda (ARP), faleceu em junho deste ano, mas deixou diversos legados. Um deles, seu livro 'Não conformistas, dissidentes e rebeldes' teve diversos exemplares doados à entidade pela família de Cama. Na obra, ele conta sua trajetória na agência Standard Propaganda, fundada em 1933. A doação tem como objetivo compartilhar o conhecimento adquirido ao longo de anos de experiências dentro da indústria criativa, além de presentear a entidade para a qual tanto contribuiu.

Gente

Alberto Meneghetti deixa a Moove
Alberto Meneghetti deixa a Moove
Divulgação Coletiva.net
A Moove não tem mais o publicitário Alberto Meneghetti como sócio. Ele, que também respondia pela área de Novos Negócios, deixa a agência para se dedicar integralmente a projetos de consultoria para clientes e agências, prioritariamente na área de marketing do agribusiness, em São Paulo. O profissional, aliás, já atua no seguimento como diretor-executivo da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA). "Neste um ano em que estive na Moove, pude acompanhar a competente equipe em projetos e prospecções, onde continuarei a atuar em formato de consultoria", conta Meneghetti, que também coordenará novamente, a próxima Mostra de Comunicação Agro ABMRA, com planos de internacionalizar o evento.

Parceiros

Ricardo, Dudu e Gringo, sócios da Zepp
Ricardo, Dudu e Gringo, sócios da Zepp
/Juliano Dutra/Divulgação/JC
  • A Zeppelin Filmes agora é somente Zepp. Com sede em Porto Alegre e em São Paulo, a mudança busca "acompanhar a evolução do mercado". E as novidades não param por aí. Agora, a empresa conta com um novo sócio também, o Dudu Venturi, que passa a ser produtor-executivo, unindo-se a Ricardo Baptista da Silva e Gringo Everson Nunes. Dudu, que é ex-Sentimental, reúne experiência e passagens por diversas produtoras do País. Junto com Alessandra Gadioli, ex-Wunderma, e Felipe Baracchini, ex-Africa, um dos objetivos da Zepp será ampliar o quadro de diretores de cena para reforçar a pluralidade de seu time.
  • A Mythago, dos sócios Mocita Fagundes e Tarcísio Filho, finaliza neste mês de setembro a maior campanha publicitária já feita no Sul do Brasil para o Sicredi. Criada pela Morya, 'Histórias que fazem a diferença' buscou retratar a coragem e o empreendedorismo de 26 personagens de nove estados brasileiros. Para chegar nestes, oito profissionais da campanha pegaram 49 vôos, andaram por estradas de chão, por barcos em rios e lagoas, estiveram em praias e florestas. Ao todo, foram 60 mil quilômetros percorridos para produzir 13 filmes de 1 minuto, exibidos em rede nacional, e outros 13 de 2 dois minutos e 45 segundos para internet e redes sociais.
     

Perfil

Coluna Intervalo Legenda Carmen Langaro Crédito Rafael Varela Sedac

Rafael Varela/Sedac/Divulgação
Ela quase foi arquiteta. É apreciadora de rock, blues e música erudita. Apaixonada pela filha Isadora, nos dias de folga gosta de caminhar em locais silenciosos, ler livros e ir ao cinema. Confira em Coletiva.net a história da jornalista e secretária de Estado Adjunta da Cultura, Carmen Langaro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia