Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019.
Aniversário da Casa da Moeda do Brasil.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Márcia Christofoli

Intervalo

Edição impressa de 11/02/2019. Alterada em 11/02 às 01h00min

Aquecendo aos poucos

Esta coluna já abordou mais de uma vez as expectativas de um 2019 mais aquecido, é verdade, mas não dá para fugir das esperanças. Há quem diga que "pior do que estava, não ficaria". Talvez seja verdade mesmo, ou não. Agora, uma coisa é certa: o mercado publicitário está se mexendo como há tempos não se via para um começo de ano. O que muito se ouve é que os primeiros 30 dias foram intensos, recheados de novos negócios, muitas reuniões e bons frutos a serem colhidos ali na frente. Aliás, até mesmo para compor os assuntos dessa Intervalo está mais difícil, tamanha é a variedade de fatos relevantes que se apresentam. Se vai se confirmar tudo isso, só Deus sabe, mas que parece que tudo está aquecendo novamente, ah, isso parece!
 

Impacto publicitário

As verbas publicitárias até podem estar migrando de forma numerosa para o meio digital, mas parece que o anúncio impresso ainda está longe de morrer. É o que aponta uma pesquisa alemã, denominada "Facktor Print", que registra que o meio impresso é consumido com mais atenção, o que ocasiona um registro com maior efeito positivo na memória das pessoas em relação às propagandas apresentadas no papel. O estudo revelou que 69% dos 7,5 mil entrevistados, dentre especialistas e leitores, não realizam outra atividade enquanto leem jornais. Além disso, 80% dos leitores que assinam jornais se recordam de marcas anunciadas, enquanto 76% se lembram das ações devido ao que folheiam em revistas.

Vitória na Ancine

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) cancelou a obrigatoriedade do registro de obras publicitárias audiovisuais com veiculação contratada na internet. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União na última semana de janeiro atendendo à solicitação de entidades representativas do setor, como Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap) e Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro) - representando os Sindicatos de Agências de Propaganda (Sinapro) de todo o Brasil, e a Associação Brasileira de Agências Digitais (Abradi). Segundo o presidente do Sinapro gaúcho, Fernando Silveira, esta é uma conquista significativa para o mercado: "Precisamos viabilizar bons materiais e isso tornava a produção mais onerosa", pontuou.

Agências

Vinícius Ghise comemora conquistas da sua Global AD

Vinícius Ghise comemora conquistas da sua Global AD


/COLETIVA/DIVULGAÇÃO/JC
  • GLOBAL AD começa o ano comemorando a conquista de três contas: Banco Topázio, 4all e Uhuu!. Segundo o CEO da agência, Vinícius Ghise, as novidades dão continuidade ao último ano de vitórias, com mudanças de sede e contratações para compor as equipes de Criação, Mídia, Planejamento, B.I. e Atendimento.
  • PROPAGANDA FUTEBOL CLUBE é a nova agência da Editpra AGE. Fundada em 1976, a empresa abrange livros técnicos de diversas áreas e obras de poesias e romances, distribuídos nos formatos físico ou digital.

Parceiros

Jonatas Abbott finca bandeira da sua Dinamize em Portugal

Jonatas Abbott finca bandeira da sua Dinamize em Portugal


/COLETIVA/DIVULGAÇÃO/JC
> A gaúcha Dinamize fincou o pé definitivamente em Portugal. Isso porque o que era uma franquia da empresa passou a ser a primeira filial da organização fora do Brasil. Segundo o sócio-diretor Jonatas Abbott, a iniciativa é pontual e, por enquanto, não está nos planos fazer o mesmo com as demais operações que mantém em Toronto, no Canadá, e em Londres, no Reino Unido. "Vamos precisar ampliar nossa presença digital na Europa, que é um mercado bem diferente do que estamos acostumados. É uma responsabilidade enorme e, ao mesmo tempo, um grande passo", comemora o executivo.
 

Gente

Roberto Pintaúde tem um novo empreendimento. Trata-se da rádio web "e/ou - a rádio que você ou/vê". A programação do veículo on-line já pode ser conferida pelo site, redes sociais e aplicativos, e as atrações são voltadas a temas como esporte, direito e política, bem-estar, cultura, mundo pet, empreendedorismo, gastronomia e, claro, ao mercado da Comunicação. Para isso, o publicitário retoma seu programa Marketing e/ou Propaganda, sempre veiculado nas segundas e quintas-feiras, das 13h às 14h. Ao seu lado, na apresentação, está esta colunista para receber convidados que abordem informações, opiniões, análises e novidades sobre a movimentação do mercado publicitário.
 

Perfil

Ricardo Duarte

Ricardo Duarte


ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Ricardo Duarte desejou desde cedo ser engenheiro para aprender a mexer nos seus carros, ou melhor, nos jipes - hobbie que mantém até hoje. Poucos dias no seu primeiro emprego, que nada tinha a ver com a primeira escolha, no cargo de auxiliar de redação, apaixonou-se pela fotografia e desistiu da Engenharia. Hoje, fotógrafo do Internacional, é o autor de uma foto emblemática do time colorado: o momento em que Fernandão levantou a taça do Campeonato Mundial, em 2006, no Japão. E isto só foi possível graças à dedicação no aprendizado quase que autodidata que teve no Grupo RBS, onde trabalhou por mais de duas décadas. Conheça essa e outras histórias dele em Coletiva.net.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia