Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de setembro de 2020.
Dia Nacional da Televisão.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 18 de setembro de 2020.
Notícia da edição impressa de 18/09/2020.
Alterada em 17/09 às 22h04min

O que será dos restaurantes a la carte?

Pfalzer Saumagen

Pfalzer Saumagen


RENANIA-PALATINADO/DIVULGAÇÃO/JC
Um teste realista ainda não aconteceu. A noite dos namorados foi um tanto chocha, depois voltou o bloqueio e nos dois últimos fins de semana o clima afugentou quem pensou em sair. A exceção foi a noite de sexta-feira, quando se registraram aglomerações nas calçadas em pontos críticos: Moinhos de Vento e Cidade Baixa.
Um teste realista ainda não aconteceu. A noite dos namorados foi um tanto chocha, depois voltou o bloqueio e nos dois últimos fins de semana o clima afugentou quem pensou em sair. A exceção foi a noite de sexta-feira, quando se registraram aglomerações nas calçadas em pontos críticos: Moinhos de Vento e Cidade Baixa.
Contra isso, cabe lembrar uma solução ideal, proposta pelo ex-secretário Rafael Oliveira, da Segurança de Porto Alegre, então ameaçada pela ridicularia do Saint Patrick's Day: proibir o consumo de bebidas nas ruas. Pronto, as espeluncas que não são bares, mas vendem cervejas, camelôs e outros indesejáveis perderiam a função.
Já aos restaurantes de padrão mais alto, há um penoso caminho pela frente para recuperarem parte de seu público, hoje acostumado a comer em casa. E se lideranças do setor se preocupam com outros aspectos, este colunista sustenta que, antes de tudo, estarão medidas de higiene e, claro, preços! Menus enxugados, certo, mas preços reduzidos também.
Uma forma de harmonizar as duas coisas: três sugestões do dia, da entrada à sobremesa, com preços fechados e atraentes. Facilita formação e dá vazão a estoques, reduz custos e, por consequência, preços finais.
Ou isso, ou sobrarão apenas bufês, grandes churrascarias, galeterias e obviamente os restaurantes que consolidaram serviços de entrega.

via e-mail

  • Que reuniões online vieram para ficar, não há dúvida. Mas há vezes em que fracassam incompreensivelmente. O Juvenil Club Gourmet, do qual sou um dos fundadores e cujo nome criei, teve encontro virtual segunda-feira. Sabem quantos confrades reuniu? Seis, incluídos os denodados cozinheiros Gustavo Diefenthäler e Acir Inda. Algo está errado na confraria. Ou na nova ferramenta.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/16/206x137/1_via_e_mail_garrafa_da_foto_e_do_vinho_comemorativo_aos_44_anos_da_confraria_bon_gourmet_foto_confraria_bon_gourmet-9140370.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f629a085bf4e', 'cd_midia':9140370, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/16/via_e_mail_garrafa_da_foto_e_do_vinho_comemorativo_aos_44_anos_da_confraria_bon_gourmet_foto_confraria_bon_gourmet-9140370.jpg', 'ds_midia': 'VIA E-MAIL garrafa da foto é do vinho comemorativo aos 44 anos da Confraria Bon Gourmet ', 'ds_midia_credi': 'CONFRARIA BON GOURMET/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'VIA E-MAIL garrafa da foto é do vinho comemorativo aos 44 anos da Confraria Bon Gourmet ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '480', 'cd_midia_h': '640', 'align': 'Left'}
Garrafa do vinho comemorativo aos 44 anos da Confraria Bon Gourmet
  • Já essa garrafa da foto é do vinho comemorativo aos 44 anos da Confraria Bon Gourmet, nascida no Plaza São Rafael e até hoje organizadíssima. No rótulo identifico talentos como meus amigos Paulo Holtermann, Newton Kalil e Flavio Rezende Vieira. Quem organizou os festejos foi o Pippi da Mota.
  • Dia 12 foi o Dia do Milk Shake, dia 13 o Dia do Amendoim, mesma data do Dia Nacional da Cachaça; dia 14 alguém festejou o Dia do Alfajor e dia 15 era o Dia do Cliente, com promoções que incluíram compre a pizza e ganhe a depilação. De tudo isso eu fiquei sabendo por assessorias de imprensa - se vacilar não sobra um dia do ano sem tais eventos, alguns bem descabidos.

adega

  • A sommelière Andreia Gentilini Milan e a enóloga Juciane Casagrande começaram pelos espumantes Amitié, elaborados na serra gaúcha. E esta semana lançaram nacionalmente seus vinhos tranquilos, que estão aí na foto, a partir da esquerda: Sauvignon Blanc, Merlot Rosé e Pinot Noir. Um charme adicional: em todas as garrafas, um pingente em cobre, para marcar as taças.
  • De seus vinhedos mais antigos, em Pinheiro Machado, na Serra do Sudeste (RS), a Hermann separou as Pinot Noir e Chardonnay de colheita manual que compõem seu espumante Lírica Brut Rosé (foto). É um Champenoise com notável perlage, linda cor com tons de salmão e preço sugerido de R$ 97,50.
  • Um registro importante sobre o Lírica, afiançado pelo presidente Adolar Hermann, da importadora Decanter, dona da vinícola: o potencial de guarda, estimado em dez anos. Para espumante, não é pouca coisa.
  • Enviado por uma amiga: Vinhos do Novo Mundo (foto), de Michael Waller, administrador de empresas, palestrante e escritor. Leitura fácil, belas fotos, edição da Ideograf. Compre em www.vinhosdonovomundo.com.br. Preço: R$ 39,90, com frete grátis para todo o Brasil.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Carlos Pires de Miranda
Carlos Pires de Miranda
As novidades nas operações gastronômicas no Rio Grande do Sul, receitas exclusivas e dicas de lugares agradáveis para apreciar o melhor da culinária estão na coluna Gastronomia, publicada todas as sextas-feiras.