Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 14 de maio de 2020.
Notícia da edição impressa de 14/05/2020.
Alterada em 14/05 às 03h00min
CORRIGIR

Frases e Personagens

Divulgação de ação conjunta Receita Federal e Prefeitura Municipal.
na foto: Teddy Biassusi, superintendente da Receita Municipal

Divulgação de ação conjunta Receita Federal e Prefeitura Municipal. na foto: Teddy Biassusi, superintendente da Receita Municipal


/CLAITON DORNELLES /JC

"O corte da Selic para 3% ao ano foi algo que nunca se viu no Brasil. Permitirá que se deixe de gastar em torno de R$ 200 bilhões com juros da dívida. É algo bem-vindo, não é artificial." Jair Bolsonaro, presidente da República.

"O corte da Selic para 3% ao ano foi algo que nunca se viu no Brasil. Permitirá que se deixe de gastar em torno de R$ 200 bilhões com juros da dívida. É algo bem-vindo, não é artificial." Jair Bolsonaro, presidente da República.

"Infelizmente, centenas de pessoas foram à frente da prefeitura de Porto Alegre. Ainda bem que a Justiça garantiu o repasse às creches comunitárias. A Capital teve superávit de R$ 735 milhões em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado." Mauro Zacher (PDT), vereador de Porto Alegre.

"A prefeitura projetava para 2020 uma receita de R$ 3,58 bilhões. Com a pandemia, nossa perda pode chegar a R$ 744 milhões. Somente no mês de abril, a queda foi de 20%." Liziane dos Santos Baum, secretária municipal da Fazenda de Porto Alegre.

"Houve queda de 44% na arrecadação do ITBI em Porto Alegre, com os tabelionatos fechados. Arrecadávamos cerca de
R$ 1 milhão por dia e, hoje, arrecadamos a metade. Cerca de 85% das empresas em Porto Alegre utilizam o Simples Nacional, que só voltará a ser pago em agosto. Deixamos de arrecadar de
R$ 13 milhões a R$ 15 milhões por mês." Teddy Biassusi, superintendente da Receita Municipal de Porto Alegre.

Comentários