Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 28/01/2020.
Alterada em 28/01 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Frases e personagens

'Acho que tem crítica que Bolsonaro faz à imprensa que é correta', diz Lula

'Acho que tem crítica que Bolsonaro faz à imprensa que é correta', diz Lula


RICARDO STUCKERT/WORKES PARTY (PT)/AFP/JC
"Acho que tem crítica que Bolsonaro faz à imprensa que é correta. Dê a ele o mesmo direito que dá aos outros, direito de falar, abra para ele falar. Mas não acho que é correto um presidente da República se comunicar pelo seu Twitter. Um presidente da República tem a obrigação de prestar contas à democracia, atendendo a imprensa." Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-presidente.
"Acho que tem crítica que Bolsonaro faz à imprensa que é correta. Dê a ele o mesmo direito que dá aos outros, direito de falar, abra para ele falar. Mas não acho que é correto um presidente da República se comunicar pelo seu Twitter. Um presidente da República tem a obrigação de prestar contas à democracia, atendendo a imprensa." Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-presidente.
"O mundo precisa se preparar para um aumento de refugiados, com potencialmente milhões de pessoas sendo deslocadas de suas casas pelo impacto das mudanças climáticas." Filippo Grandi, alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados.
"Estou estudando a reforma administrativa apresentada pelo ministro Paulo Guedes. Propus alterações que estão sendo atendidas." Jair Bolsonaro, presidente.
"Caberá ao presidente Bolsonaro decidir quem será candidato a vice-presidente em 2022." Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública.
"Nossa esperança era continuar a servir a rainha, mas sem financiamento público." Príncipe Harry, renunciando à realeza.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia