Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 31 de dezembro de 2019.
Dia de São Silvestre.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 31/12/2019.
Alterada em 31/12 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

frases e personagens

'Faço um apelo para que as pessoas conversem mais umas com as outras', diz o Papa Francisco

'Faço um apelo para que as pessoas conversem mais umas com as outras', diz o Papa Francisco


TIZIANA FABI/AFP/JC
"Chamo a atenção das famílias que utilizam celulares durante as refeições. Faço um apelo para que as pessoas conversem mais umas com as outras. Cito Jesus, Maria e José como um exemplo que todas as famílias devem seguir, porque eles rezavam, trabalhavam e se comunicavam entre si." Papa Francisco.
"Chamo a atenção das famílias que utilizam celulares durante as refeições. Faço um apelo para que as pessoas conversem mais umas com as outras. Cito Jesus, Maria e José como um exemplo que todas as famílias devem seguir, porque eles rezavam, trabalhavam e se comunicavam entre si." Papa Francisco.
"Eu me pergunto se você, em família, sabe como se comunicar ou se você é como aquelas crianças nas mesas de refeição que ficam falando no celular? Na mesa há um silêncio como se estivessem na missa. É preciso reanimar a comunicação na família." Também Papa Francisco.
"Os últimos resultados da geração de vagas formais foram animadores. Porém, a recomposição do estoque total de trabalho que havia antes da crise ainda será lenta, mesmo que Brasil volte a crescer a uma taxa anual de 2,5% a partir de 2020." José Pastore, economista e professor da USP.
"A criação de quase 100 mil empregos em novembro animou o mercado porque foi quase o dobro das expectativas, mas em dezembro normalmente há um fechamento grande de vagas. Então, devemos encerrar 2018 e 2019 com uma taxa de recuperação inferior à metade dos postos de trabalho perdidos na crise." Também José Pastore.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia