Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de outubro de 2019.
Dia do Enólogo.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 22/10/2019.
Alterada em 22/10 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Frases e personagens

Cardeal Dom Claudio Hummes

Cardeal Dom Claudio Hummes


CLAUDIO FACHEL/ARQUIVO/JC
"Todas as grandes maldades do mundo são por causa do dinheiro: corrupção, roubo, guerras, conflitos, mentiras. O dinheiro é o grande inimigo de Jesus, pois você não pode servir a Deus e ao dinheiro." Cardeal Dom Claudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo e relator-geral do Sínodo dos Bispos sobre a Amazônia.
"Todas as grandes maldades do mundo são por causa do dinheiro: corrupção, roubo, guerras, conflitos, mentiras. O dinheiro é o grande inimigo de Jesus, pois você não pode servir a Deus e ao dinheiro." Cardeal Dom Claudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo e relator-geral do Sínodo dos Bispos sobre a Amazônia.
"Defendo a reforma tributária para combater a desigualdade e enfrentar o colapso social e da administração pública." Rodrigo Maia (DEM-RJ), em Pelotas/RS.
"A ministra do STF Rosa Weber garantiu que não há necessidade de demissão imediata dos funcionários do Imesf enquanto a decisão não transitar em julgado. O julgamento não ocorrerá a curto prazo, pois há mais de 2 mil processos na frente." Aldacir Oliboni (PT), vereador de Porto Alegre.
"Pretendo acionar na Justiça o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), caso não cessem os ataques contra mim nas redes sociais." Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo no Congresso.
"Meu país está em estado de guerra após três dias de manifestações violentas, saques e distúrbios que deixaram 10 mortos e quase 1,5 mil pessoas presas." Sebastián Piñera, presidente do Chile.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia