Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Edição impressa de 20/12/2018. Alterada em 20/12 às 01h00min

Frases e personagens

"Peço o apoio de todos para governar a partir de 1 de janeiro de 2019, quando tomarei posse. A barra vai ser pesada, mas com apoio de Deus e da sociedade será possível superar. Aqueles que estavam no poder não acreditavam na minha vitória, mas com apoio de Deus e da sociedade será possível superar." Jair Bolsonaro (PSL), presidente em 2019.

"O retorno da comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios é uma forma de contribuir para a arrecadação dos clubes, principalmente para as equipes do interior do Rio Grande do Sul. Hoje, essa venda ocorre até a porta do estádio e coloca em xeque a lei seca imposta dentro dos mesmos." Gilmar Sossella (PDT), autor do projeto, junto com o deputado Ciro Simoni (PDT).

"Votamos a favor da manutenção das alíquotas do ICMS porque temos o compromisso do próximo governador em usar esse dinheiro para pagar os repasses à área da saúde, tanto para os hospitais filantrópicos quanto para os municípios, e para colocar em dia o salário dos servidores. Votamos não para ajudar o governo, com o qual temos discordância em vários temas, mas para auxiliar o povo gaúcho, tão aviltado e sofrido após quatro anos de administração Sartori." Luiz Fernando Mainardi (PT), deputado estadual.

"O Brasil é considerado o maior consumidor do mundo de crack e maconha e o 2º no consumo de cocaína. Aonde chega a droga invariavelmente chega a criminalidade. O brasileiro é extremamente tolerante a pequenos delitos. No dia a dia, temos uma sociedade sem limites que joga lixo no chão, picha muros e rouba flores dos canteiros. Estes são atos comprovadamente indutores da violência e da criminalidade." César Schirmer, secretário estadual de Segurança Pública.

"Quanto à prevenção, deve ser começada nas escolas e na família, pois se uma criança é criada em um meio violento, tende a ser violenta. E o roubo a bancos é extremamente difícil de combater, porque envolve pessoas quando é feito o cordão humano. Tivemos um aumento de 12,9%, pois este ato limita muito nossa ação por envolver seres humanos." Também César Schirmer.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia