Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Edição impressa de 03/12/2018. Alterada em 03/12 às 02h07min

Frases e personagens

"A Confederação Nacional do Comércio (CNC) espera um avanço real nas vendas de 3,1% neste ano ante 3,9% obtido em 2017. Será um Natal morno. Entre os fatores para um crescimento menor, destaca-se a inflação maior neste ano." Fábio Bentes, economista-chefe da CNC.
"É uma tristeza ver que algumas pessoas desejam um debate de terceiro turno. Técnicos da Secretaria da Fazenda do Estado foram muito claros na defesa da adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) que não cria qualquer exigência de privatização do Banrisul. Se teve um governo que ajustou as finanças do Estado foi o governo Sartori." André Carús (MDB), vereador de Porto Alegre.
"Sinto falta de firmeza no exercício da atividade política partidária. Pena que algumas lideranças do Estado do nosso MDB estejam com a espinha dorsal não ereta. Se curvam." Também André Carús.
"Está na Câmara pedido autorizando a contratação temporária de 240 professores. A contratação se daria por prazo determinado, visando atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, e os selecionados atuariam nas escolas da rede municipal de ensino, respectivamente, na educação infantil, nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental." Nelson Marchezan Júnior (PSDB), prefeito de Porto Alegre.
"O pagamento da primeira parcela do 13º salário, na última sexta-feira, para quem parcelou, para quase 85 milhões de brasileiros, injetou R$ 211 bilhões na economia. O volume é inferior ao de 2017 e não deve salvar os varejistas de um Natal morno, como é a expectativa do setor." Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).
"O novo governo não deverá retroceder em questões sociais. O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), faz questão de manter e valorizar ainda mais o Bolsa Família. Recebi carta branca para trabalhar questões relacionadas com o social, principalmente com a primeira infância." Osmar Terra (MDB), futuro ministro de Cidadania e Ação Social.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia