Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Edição impressa de 28/11/2018. Alterada em 28/11 às 01h00min

Frases e personagens

Nelson Marchezan Júnior

Nelson Marchezan Júnior


FREDY VIEIRA/ARQUIVO/JC
"Estivemos reunidos, em Washington, na sede norte-americana da Deloitte, empresa financiada pelo Banco Mundial para prestar consultoria para Porto Alegre. A prefeitura está recebendo assistência para elaborar um plano de negócios que promova o desenvolvimento do 4º Distrito, que compreende os bairros Floresta, Navegantes, São Geraldo, Humaitá e Farrapos." Nelson Marchezan Júnior (PSDB), prefeito.
"Uma das áreas consideradas mais promissoras para instalação de operações da indústria criativa e tecnologia em Porto Alegre, o 4º Distrito deve contar com US$ 30 milhões do Banco Mundial (Bird). O aporte, confirmado pela comitiva da prefeitura, de universidades, entidades empresarias e Legislativa que viajou a Washington, será usado para obras de infraestrutura, como combate a alagamentos, saneamento e mobilidade." Também Nelson Marchezan Júnior.
"Não sou contrário à contratação temporária de professores, desde que a medida não se torne permanente. O Executivo traz um projeto que não é temporário, e por isso acredito ser um erro transformar uma situação temporária em caráter definitivo, como acontece no âmbito estadual." Professor Alex Fraga (PSOL), vereador de Porto Alegre.
"Não adianta dar reajustes sem ter recursos para honrá-los. Sou servidor público da prefeitura do Rio de Janeiro e fui para o Bndes. Eu gosto de lidar com as questões coletivas. Estou motivado para fazer um bom trabalho." Marco Aurélio Santos Cardoso, futuro secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul.
"Em 1983, fui quase assassinada pelo meu então marido. E somente um ano depois é que o agressor chegou ao Judiciário. Eu pedia para nos separarmos, mas ele não queria. Hoje, o quadro mudou para melhor, mas ainda tem muita agressão doméstica às mulheres. Além das Delegacias da Mulher, é preciso ensinar nas escolas o que é certo e o que é errado." Maria da Penha Maia Fernandes, que deu nome à Lei Maria da Penha e que ficou paralítica pelas agressões do marido.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia