Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de outubro de 2018.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Edição impressa de 11/10/2018. Alterada em 11/10 às 01h00min

Frases e personagens

Paulo Kruse

Paulo Kruse


MARCELO G. RIBEIRO/JC
"Levantamento do Núcleo de Pesquisa do Sindilojas projeta a intenção de consumo na Capital para o Dia das Crianças, amanhã, uma das principais datas do varejo, com previsão de R$ 205 milhões. O número é elevado porque 67,9% da população acima de 18 anos da Grande Porto Alegre pretende presentear alguém nessa data, em regalos com tíquete médio de R$ 117,00." Paulo Kruse, presidente do Sindilojas Porto Alegre.
"A pesquisa revela que os consumidores serão generosos nesse Dia das Crianças, presenteando mais de uma pessoa na data, e adquirindo 2,71 presentes, em média. É um número que estimula o nosso comércio e reforça uma tendência de aquecimento das vendas para o ano." Também Paulo Kruse
"Os dois candidatos a presidente, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), recuaram e descartaram a ideia de fazer uma nova Constituição para o País. Graças a Deus vejo que abandonaram essa tese de nova Constituinte e querem seguir o texto constitucional." Michel Temer (MDB), presidente da República.
"A reforma da Previdência deveria ser apreciada somente pelo próximo presidente da República e não imediatamente após as eleições. O mercado não pode determinar os rumos da Nação, mas sim o presidente eleito." Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado, não reeleito.
"A reforma da Previdência não é para tirar direitos de pobres, não é para tirar o Benefício de Prestação Continuada. E não há qualquer chance de ditadura de esquerda ou direita, independentemente de quem vença o pleito. A democracia vai prevalecer não importa quem vença, A ou B. Não existe ditadura através do voto." Também Eunicio Oliveira.
"O Ministério Público-RS recebe 600 casos de violência sexual, por ano, somente em Porto Alegre. Há também o assédio virtual, pela internet. No esporte, o contato físico é inerente, mas devemos separar o que é ato normal do abuso." Júlio Alfredo de Almeida, promotor de Justiça da Infância e da Juventude.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia