Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Edição impressa de 30/07/2018. Alterada em 30/07 às 01h00min

Frases e personagens

JONATHAN HECKLER/ARQUIVO/JC
"A 21ª Construsul - Feira Internacional da Construção ocorre de 1 a 4 de agosto na Fiergs. É o retorno do evento à capital gaúcha. Serão cerca de 300 empresas expositoras, e a expectativa de visitação é de 40 mil pessoas. Vivenciamos um grande boom nos últimos anos, com investimentos das indústrias." Paulo Richter (foto),  diretor da Sul Eventos, organizadora da Construsul.
"Temos um mercado de 220 milhões de consumidores e um déficit habitacional e de infraestrutura muito grande. São áreas que ainda podem ser investidas, e a indústria trabalha com planos a longo prazo. Há também a possibilidade de expandir para atender a América Latina." Também Paulo Ricther.
"A União deve R$ 3,9 bilhões ao Rio Grande do Sul referentes à Lei Kandir. O ressarcimento é fundamental para a economia gaúcha. Vamos brigar em todas as instâncias para reparar esta injustiça." Frederico Antunes (PP), deputado estadual.
"Apesar de ser aberto a críticas e divergências, o Judiciário não pode ter suas decisões desafiadas jamais. O Poder Judiciário tem sido muito mais cobrado pelo que ele acerta." Cármen Lúcia, presidente do STF, no exercício da presidência da República.
"Temos 80 milhões de processos em tramitação, é natural que haja divergências com as decisões. O Judiciário pode ser criticado, mas desafiar a Justiça, jamais." Também Cármen Lúcia.
"O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) será inflexível com candidatos ficha-suja que pretendem disputar as eleições. Quem estiver inelegível pela Lei da Ficha Limpa está fora do jogo democrático." Ministro Luiz Fux, presidente do TSE.
"A medalha que assinala o sexto ano do pontificado do Papa Francisco tem duas imagens, uma simbolizando a paz pelo ramo da oliveira e pelo abraço entre mãe e filho. A guerra é representada com o mesmo menino atrás de um arame farpado, símbolo de coerção e violência." Nota da Santa Sé.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia