Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de julho de 2018.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Edição impressa de 20/07/2018. Alterada em 20/07 às 01h00min

Frases e personagens

Claudio Lamachia

Claudio Lamachia


JONATHAN HECKLER/arquivo/JC
"A função da maioria das agências, custosas para os cofres públicos, deve ser revista. A maior parte delas têm funcionado como moeda de troca política e defensoras dos interesses das empresas em prejuízo dos consumidores. Declaração de um dos diretores da ANS, que afirma que a agência não deve defender o consumidor, corrobora essa situação." Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB.
"Depois de 17 anos, foi entregue a Licença Ambiental de Instalação à Melnick Even, autorizando a empresa a iniciar as obras no Pontal do Estaleiro. Uma das contrapartidas da Melnick é a criação de um parque público, com 700 metros de orla, playground, mirantes, arquibancadas, píer e pista de caminhada." João Carlos Nedel (PP), vereador de Porto Alegre.
"Vamos promover uma revolução. Nossas candidatas têm história e conteúdo. Estão a serviço de causas. Comemoro a garantia de 30% do financiamento de campanha e do tempo eleitoral dedicados a candidatas mulheres." Yeda Crusius, deputada federal e presidente nacional do PSDB Mulher.
"O projeto Rota 2030 tem boas perspectivas de ser aprovado no Congresso em 120 dias, prazo limite para que uma medida provisória seja apreciada pelos parlamentares. O Brasil precisa de uma política de desenvolvimento para o setor automotivo." Antonio Megale, presidente da Anfavea.
"O Rota 2030 concede benefícios fiscais às montadoras, em torno de R$ 1,5 bilhão por ano. As empresas, para ter acesso aos incentivos, se comprometem a investir R$ 5 bilhões em pesquisa e desenvolvimento no País. A política foi feita para 15 anos." Também Antonio Megale.
"As diversas medidas em tramitação no Congresso e que representam aumento de despesa pública, as chamadas pautas-bomba, devem ser olhadas com prudência e parcimônia. Estão claros os limites das despesas e as despesas só podem crescer junto com a inflação, que é a variação do IPCA, e todo o orçamento está construído dessa forma." Ana Paula Vescovi, secretária executiva do Ministério da Fazenda.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia