Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 03/07/2018. Alterada em 03/07 às 01h00min

Frases e personagens

Flávio Barth

Flávio Barth


ARQUIVO PESSOAL/JC
"O objetivo é estreitar mais a relação entre o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) e CDL, para buscar apoio financeiro com os associados do movimento lojista e garantir renda para o conselho colocar em prática as suas demandas. A segurança não se faz só por órgãos, mas pelos cidadãos também." Flávio Barth, da CDL/Sapiranga, eleito para presidir o Consepro.
"Por não contar com uma receita própria, o Consepro atua, geralmente, com o repasse de valores oriundos de sentenças judiciais. Existem demandas que os próprios diretores do conselho estão suportando financeiramente, em prol da segurança do município." Também Flávio Barth.
"O governo russo pretende elevar a idade de aposentadoria em cinco anos para os homens - de 60 para 65 anos - e em oito anos para as mulheres, de 55 para 63 anos. A razão para a reforma é tentar aliviar a pressão da previdência sobre os cofres do governo." Dmitry Medvedev, primeiro-ministro.
"Minha prioridade será combater a corrupção e a impunidade. Seja quem for, o corrupto será punido. Mesmo se for companheiro de luta, funcionário, amigo ou familiar." Andrés Manuel López Obrador, candidato de esquerda, eleito presidente do México.
"As mudanças serão profundas, mas serão realizadas dentro da ordem estabelecida. Haverá liberdade empresarial, de expressão, de associação e de crenças." Também Andrés Manuel López Obrador.
"Cada país tem que viver dentro da sua realidade. Faltam investimentos para o Brasil engrenar um novo período de crescimento." Armínio Fraga, economista.
"Palavra da moda no mundo dos negócios, a criptomoeda ainda desperta muitas dúvidas e incertezas. As moedas trazem uma facilidade e uma diversificação maior das formas de pagamento, e contratação de serviços. Essas moedas não têm custo de transação e então representam uma economia para qualquer setor que as use. Não acho que o dinheiro em espécie vai acabar, mas essas moedas digitais estão ganhando muita força." João Mostacada Carvalho, jornalista paulista.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia