Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Dia do Estagiário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Notícia da edição impressa de 18/08/2020.
Alterada em 18/08 às 10h09min

Casamento: 72 mais 41 é igual a 113

/gerson kauer/ev/divulgação/JC
Aos 72 anos de idade, o doutor Juvenal, aposentado operador do Direito, boa poupança e um contracheque mensal recheado de penduricalhos de incorporações, viúvo, se casa com Lúcia Margarida, advogada de 41 anos. Esta, em consideração ao marido da "melhor idade", já tinha definido que rotineiramente eles deveriam dormir em quartos separados.
Aos 72 anos de idade, o doutor Juvenal, aposentado operador do Direito, boa poupança e um contracheque mensal recheado de penduricalhos de incorporações, viúvo, se casa com Lúcia Margarida, advogada de 41 anos. Esta, em consideração ao marido da "melhor idade", já tinha definido que rotineiramente eles deveriam dormir em quartos separados.
Janeiro de 2020, aí pelas 11h da noite, terminada a festa do casamento realizada no salão de festas de um clube praiano, o casal ruma para o seu apartamento à beira-mar. Cada um em seu quarto.
Margarida se prepara para deitar, quando ouve batidas na porta. Ao abrir, ela se depara com Juvenal, pijama curto de cetim roxo, pronto para a ação. Tudo corre bem, alguns minutos depois o marido despede-se respeitosamente e se retira para a peça ao lado.
Passam duas horas, Margarida ouve novas batidas na porta. É Juvenal pronto para mais um embate de Eros. Ela se surpreende, tudo acontece nos conformes, terminada a relação o experiente homem beija carinhoso a novel esposa, e faz o curto caminho de volta.
Seis e meia da manhã, o sol já espia firme no leste do litoral gaúcho. Eis que Margarida - após insuficientes três horas de sono - escuta de novo crescentes batidas na porta. É Juvenal outra vez, com aspecto vigoroso e renovado, prontíssimo para mais uma ação.
A novel esposa cumprimenta o cônjuge:
- Estou impressionada que, com tua idade, possas repetir a relação com esta frequência. Já estive com enérgicos homens quarentões e eles se contentavam apenas com uma vez. Tu, excelentíssimo marido Juvenal, és um grande amante!
Feições de surpresa, ele pergunta:
- Eu já estive aqui antes?
Entusiasmada (ou surpreendida?), horas depois Margarida, via WhatsApp, conta a tríplice proeza a uma amiga publicitária que estivera no jantar do casamento. A confidente liga o notebook, pega algumas folhas de papel e produz uma homenagem criativa, que no entardecer é levada ao apartamento de Juvenal e Margarida, festejando em tópicos: "72 mais 41 é igual a 113. Bingo! Alzheimer é melhor do que Viagra!".
Transitou em julgado no juizado da vida.

Formando a equipe

Mais dois nomes para a equipe das "muitas mudanças" de Luiz Fux, no STF, a partir de 10 de setembro. O piauiense Pedro Felipe de Oliveira Santos, atuais 32 de idade, aprovado em 1º lugar no concurso para juiz federal como o mais jovem do País em 2013, será - a partir de 10 de setembro - o novo secretário-geral do STF.

E Rogério Galloro, diretor-geral da Polícia Federal entre março de 2018 e janeiro de 2019 - nos estertores do governo de Michel Temer (MDB) - já está dando expediente no gabinete Fux, como assessor direto para a transação.

Suprema pontaria

O Supremo vai adquirir 45 pistolas automáticas Glock, modelo G19-Gen5, calibre 9mm, para uso pelos agentes de segurança. Elas são fabricadas na cidade de Deutsch-Wagram, na Áustria. A aquisição será realizada por pregão eletrônico, no dia 28 de agosto. O valor unitário é de R$ 3.810,00; o custo total, R$ 171,45 mil. Elas são as preferidas por policiais por sua confiabilidade, simplicidade, velocidade de disparos, discrição e pequeno porte. É o armamento padrão do exército austríaco, também usado pelo FBI e pela Polícia Federal brasileira. Tem vida útil de 20 mil disparos.

Para lembrar: em junho de 2019, quando foi debatido o decreto do presidente Jair Bolsonaro sobre uso e porte de armas por pessoas que cumprissem determinados requisitos, as pistolas de 9mm eram consideradas equipamentos de uso restrito das polícias militares, da Polícia Federal e do Exército.

Alerta azul

Sábado passado, às 22h20min, um telefonema bateu no Comando de Policiamento da Capital. "Pedimos orientação e ajuda: há um carro suspeito estacionado aqui bem próximo, tem placas de Alvorada, são três ocupantes. Estamos preocupados...", disse a voz originada no Hotel Deville, próximo ao aeroporto Salgado Filho. Em menos de 10 minutos encostou ali uma viatura da BM com um oficial e dois soldados. O veículo apontado já tinha sumido.

Os PMs conversaram com os recepcionistas, anotaram detalhes e subiram para conversar e orientar o hóspede famoso dali: Renato Portaluppi. Ele chegara pouco antes - após (0x0) Grêmio x Corinthians. Como bom marqueteiro, o treinador agradeceu e fez questão de entregar a cada um dos policiais - autografadas na hora - três camisetas originais do clube, com o número 7 às costas.

Agradecimentos, despedidas, etc., no sistema policial ficou gravado o alerta. Entendem?

Um 'racha' na OAB nacional

A diretoria da OAB nacional está rachada desde a semana passada, após o atual presidente, Felipe Santa Cruz (RJ) tentar presentear com uma pensão vitalícia de R$ 17 mil mensais o ex-funcionário da entidade, Paulo Torres Guimarães, de longa data ocupante das funções de superintendente/gerente do Conselho Federal (CF) da OAB. É que ele vai se aposentar.

Advogados relataram supostos telefonemas agressivos de Guimarães, inconformado com sua derrota na pretensão. Ao comentar, o jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, acrescenta: "É que Guimarães conhece segredos cabeludos da OAB. O temor é que ele mostre sua língua afiada e faça a casa cair".

A regalia financeira é aprovada por Felipe Santa Cruz e pelo secretário-geral Beto Simonetti (Amazonas), este desde já pré-candidato a presidente do CF-OAB nas eleições de janeiro de 2022. São contrários: o vice-presidente nacional da Ordem, Luiz Viana Queiroz (Bahia), o secretário-adjunto Ary Raghiani Neto (Mato Grosso do Sul) e o tesoureiro José Augusto Noronha (Paraná). O placar atual é de 2 x 3 - assim mesmo, invertido.

Diretamente às claras

O melhor que as lideranças advocatícias, em todos os estados, têm a fazer é seguir os passos oportunamente liderados pela OAB do Paraná: eleições diretas em novembro de 2021. Mas há que pressionar a Câmara dos Deputados para votar o projeto de lei que moureja em alguma interesseira gaveta político-partidária.
Em 31 de janeiro de 2019, em eleição indireta, Felipe Santa Cruz foi eleito por unanimidade, com os votos de todos os conselheiros federais titulares de cada uma das 27 seccionais. Dentre estes, também os três da representação do Rio Grande do Sul. Muitos dos 81 votantes possivelmente estejam arrependidos de terem chancelado a atual gestão nacional - agora cada vez mais contestada e polêmica.
'

Você sabe com quem está falando?'

O assunto aí de cima está na moda no Brasil, principalmente quando atrelado à expressão carteirada. Pois o antropólogo Roberto da Matta, nos seus 84 de idade, começa a preparar um livro com tal título, para lançamento no final de novembro.Entre dezenas de maus exemplos, dois notórios rechearão as páginas.
O do desembargador paulista que humilhou guardas municipais em Santos (SP) e tem um cadastro de várias desavenças pessoas associadas à juizite. E a do também desembargador catarinense que, numa sessão virtual de julgamentos trabalhistas, esqueceu de desligar o microfone enquanto avaliava a atuação de uma advogada: "Isso, faz essa carinha de filha da puta que você já vai ver".
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Marco A. Birnfeld
Marco A. Birnfeld
Informações exclusivas sobre o meio jurídico, notícias sobre processos importantes no Estado e no País. Além de causos lembrados por advogados e juízes, contados com bom humor na seção Romance Forense. Essas e outras pautas estão na coluna Espaço Vital, publicada nas terças e sextas-feiras no Jornal do Comércio.