Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 09/12/2019.
Alterada em 09/12 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

CIC-BG prepara posse da gestão 2020/2021

Rogerio Capoani assegura a continuidade de projetos emblemáticos

Rogerio Capoani assegura a continuidade de projetos emblemáticos


/CIC BG/DIVULGAÇÃO/JC
Na próxima quarta-feira, ocorrerá solenidade de posse da nova diretoria do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG). O empresário da área imobiliária Rogério Capoani assume o cargo de presidente da entidade no biênio 2020/2021, com o apoio de um grupo de cerca de 10 diretores que serão conhecidos oficialmente na festividade.
Na próxima quarta-feira, ocorrerá solenidade de posse da nova diretoria do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG). O empresário da área imobiliária Rogério Capoani assume o cargo de presidente da entidade no biênio 2020/2021, com o apoio de um grupo de cerca de 10 diretores que serão conhecidos oficialmente na festividade.
Capoani sucede a Elton Paulo Gialdi frente ao CIC-BG, presidente na gestão 2018/2019. Gialdi deixa conquistas como legado para a entidade, sendo a principal delas a retomada da Fenavinho, que tornou a ocorrer em Bento Gonçalves em 2019, depois de uma pausa de oito anos. A Festa Nacional do Vinho ocorrerá também em 2020 e tem sua continuidade garantida para ocorrer, provavelmente, de dois em dois anos, a partir de 2022. Gialdi conduziu boa parte das negociações que permitiram ao CIC-BG reaver a marca e retomar a Fenavinho. Outras marcas importantes de Gialdi foram a articulação política, aproximando a entidade de diversos representantes estaduais e federais, e o rico calendário de atividades implementado em sua gestão: palestras técnicas e reuniões de trabalho discutindo temas para o empresariado.
Gialdi que passará a presidente do Conselho Superior da entidade, também inovou ao propor melhorias na revista Panorama Socioeconômico do CIC-BG, espécie de relatório anual que a entidade apresenta, compilando dados da economia municipal. Pela primeira vez, a revista trouxe informações do ano vigente, ou seja, 2019. Um desses dados mostra que as empresas de Bento Gonçalves tiveram um faturamento 5% superior no primeiro semestre de 2019, em relação à igual período de 2018, chegando a R$ 5,1 bilhões. No comparativo com 2017, as empresas faturaram R$ 529 milhões a mais, um incremento de 6,3%, atingindo quase R$ 9 bilhões no total. A indústria é o segmento que mais fatura, com participação de 59%, seguida pelo comércio (21,2%) e pelos serviços (19,8%).
Capoani assume o CIC-BG com o desafio de continuar e ampliar o trabalho iniciado por Gialdi. "Estamos desenvolvendo nosso plano de ação e agenda da gestão 2020/2021 da entidade. Teremos um time forte e focado neste planejamento estratégico que contemplará, além da continuidade do trabalho desenvolvido na gestão passada, a criatividade e viabilidade integral no aprimoramento dos produtos e bandeiras capitaneados pelo CIC BG como também na criação de ações práticas funcionais junto a todos os setores que esta entidade representa. Em especial, demandaremos energia extra ao setor industrial por entendermos este como a força motriz capaz de gerar empregos e renda, para tanto buscaremos a aproximação ainda maior com as entidades coirmãs representantes deste setor e com o próprio Poder Público, afim de unidos desenvolvermos este importante trabalho para Bento Gonçalves e região", diz Capoani.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia