Porto Alegre, sexta-feira, 13 de maio de 2022.
Porto Alegre,
sexta-feira, 13 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Começo de Conversa

- Publicada em 12/05/2022 às 21h34min.

Mudanças nos juros e nos táxis

REPRODUÇÃO/JC
Há exatos 20 anos, foi esta a capa do Jornal do Comércio. Mudou da água para vinho. Juros para cima, táxis para baixo. Melhorando, porque em corridas curtas são mais em conta que o Uber. E não cancelam corridas.
Há exatos 20 anos, foi esta a capa do Jornal do Comércio. Mudou da água para vinho. Juros para cima, táxis para baixo. Melhorando, porque em corridas curtas são mais em conta que o Uber. E não cancelam corridas.

A estratégia dos bar-chopes

O leitor Antônio Carlos Nasi lembra um dos tantos bar-chopes dos anos 1960, o Liliput original, na Otávio Rocha entre a Marechal Floriano e a Dr. Flores. Na parede havia uma pequena pia decorada com azulejos portugueses. O dono ou um deles chamava-se Ávila. A atendente era uma baixinha ruiva e despachada. Pegava três canecos em cada mão e saía pelo pequeno salão colocando nas mesas mesmo que você não pedisse. Se seu caneco estivesse quase vazio, ela colocava outro e pronto.

- Chega, não quero mais.

- Não avisou, agora vai tomar.

Hoje seria chamado de demanda forçada. O Liliput servia uma empada de galinha de primeira. Cada bar-chope tinha sua especialidade. Um pouco adiante, na diagonal da Renner, esquina com a Dr. Flores, ficava o Hubertu's, que servia um bolinho de carne de casca crocante de comer ajoelhado. O garçom era o Subtil, que a freguesia transformava em Sutil.

Colocar chope sem autorização do freguês lembra um causo de um alemão que saiu de São Vendelino para visitar seus pais na Alemanha. Acompanhado de um brasileiro descendente de alemães que não conhecia o país, foram para a famosa cervejaria Hofbräuhaus de Munique. Passou a garçonete, uma alemã corpulenta que parecia um panzer carregando cinco canecos de um litro em cada mão e depositou dois na frente deles. O brasileiro, homem na casa dos 60 anos, reclamou.

- Nein, nein, eu quero chope em copo, pequeno.

Ela o olhou por um bom tempo. Largou os canecos na mesa e passou a mão na cabeça dele. Na tradução:

- Menino, faz o seguinte. Vai para casa, cresce, estuda direitinho e quando fores adulto vem para cá beber como gente grande.

Não vai

Depois de muito vai-não-vai, principalmente vai, finalmente o presidente do Grêmio comunicou formalmente que não será candidato ao governo do Estado pelo PDT neste ano. Romildo Bolzan Júnior prefere cuidar do clube. Desavenças internas certamente influíram na decisão.

Os extremos se tocam

Se vencer, o ex-presidente Lula (PT) será refém da esquerda totalitária, diz o escritor Martim Vasques da Silva para a revista Crusoé, assim como Jair Bolsonaro (PL) é da direita radical. O capitão pode dizer como o comercial da vodca Orloff, "eu sou você amanhã".

O Dilúvio anos 1980

A propósito da nota de ontem sobre o Projeto Rio Guaíba, de despoluição do Dilúvio, o então governador Jair Soares aduz um comentário. "O Projeto Rio Guaíba constou na execução de 200 quilômetros de esgoto cloacal em Porto Alegre, somente em dois anos do meu governo, o dobro da rede existente de 80 quilômetros."

Feliz aniversário

A Escola Superior de Direito Municipal fez 25 anos. Entre os temas estudados no momento, está a nova lei de licitações, que completou um ano em abril e ainda desperta dúvidas no governo, em todos os níveis.

Um erudito

É raro um erudito ter espaço na imprensa nos dias atuais. Por isso, vale muito a leitura da Reportagem Cultural com o perfil de Flávio Loureiro Chaves, nesta edição.

Marcha lenta

Nesta época do ano, em outras eleições ao Palácio Piratini, o cenário de candidatos não só estava definido, como já havia pré-campanha eleitoral a pleno no Rio Grande do Sul.

Definições

Neste ano, as definições estão começando a ocorrer por agora, mas o cenário está longe de estar definido. A começar pelo candidato da situação, isto é, o nome do PSDB: será o governador Ranolfo Vieira Jr. ou o ex-governador Eduardo Leite?

Crise no IPE

Líder do Partido Novo na Assembleia Legislativa, Giuseppe Riesgo, defendeu a urgência na reestruturação das contas para enfrentar os passivos do Instituto de Previdência do Estado (IPE Saúde), que se aproximam de R$ 1 bilhão. "O IPE Saúde apresenta um quadro deficitário e precisa frear despesas. Mas é preciso ir além e, ainda, ajustar as medidas de captação de receitas para sanar a crise", argumenta o deputado.

O pé do Cecchim

Prefeito em exercício Idenir Cecchim visita obras na Severo Dullius

CESAR LOPES/PMPA/JC
O prefeito em exercício de Porto Alegre, vereador Idenir Cecchim (MDB), visitou as obras da ampliação da avenida Severo Dullius. Cecchim, que há muito tempo busca a viabilização e conclusão desta obra, fez questão de por o pé no barro e conferir de perto a empreitada, enquanto prefeito. As obras atingiram os 85% de execução.
 

No vermelho

Falar com donos de restaurantes é convite para ouvir a mesma frase, estou no prejuízo. Os que trabalham com almoço se salvam pela volta do presencial. Mesmo assim, dizem que está longe do normal.

Miúdas

  • MEMBROS de um grupo de idosos de cidade da Fronteira Oeste se chamam de Big Brother Brasil. A cada semana um deles é eliminado.
  • DIZER que os países europeus estão com a mesma inflação que a nossa não nos consola.
  • MESMA coisa com o dinheiro ou sua falta. Bolso seco dos outros não bota dinheiro no nosso.
  • SICREDI União Metropolitana e o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico e Eletrônico do RS (Sinmetal) assinaram contrato de parceria.
  • LULA já botou salto alto. Nas falas, dá a eleição como favas contadas.
  • CORRETOR de texto da Samsung é uma catástrofe. Qualquer dia vai causar uma guerra. Desinteligência artificial.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO