Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 30 de outubro de 2020.
Dia do Comerciário. Dia do Balconista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 30 de outubro de 2020.
Notícia da edição impressa de 30/10/2020.
Alterada em 29/10 às 21h45min

Visita ao Mercado

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
O ex-prefeito e candidato pelo PTB à prefeitura de Porto Alegre, José Fortunati, deu uma recorrida no campo do Mercado Público, onde aproveitou para comprar apetrechos de chimarrão entre uma ação e outra. Fortunati tem prestígio entre os concessionários das bancas por ações que fez quando era prefeito.
O ex-prefeito e candidato pelo PTB à prefeitura de Porto Alegre, José Fortunati, deu uma recorrida no campo do Mercado Público, onde aproveitou para comprar apetrechos de chimarrão entre uma ação e outra. Fortunati tem prestígio entre os concessionários das bancas por ações que fez quando era prefeito.

Cai cai, meu balão I

Um bom termômetro para avaliar a movimentação da cidade é passar no mesmo horário por cinco ou mais bairros. Nos últimos dias, é notável a queda no fluxo de veículos. Outro bom posto de observação é o movimento de fregueses nas mesmas lancherias e confeitarias. Também caiu barbaridade.

Cai cai, meu balão II

Em anos anteriores, a queda no movimento geral acontecia depois do dia 23/24. Posteriormente, o dinheiro começou a ficar mais curto a partir do dia 20. Agora, é a partir do dia 15, nem duas semanas após o pagamento dos salários e vencimentos do funcionalismo público. A onda só bate de nova a partir do dia 3/4.

Churrascarias do Centro A vaca do major

Acreditem, houve tempo em que o Centro Histórico de Porto Alegre tinha várias churrascarias. Hoje, não tem mais nenhuma digna desse nome. Vá dizer isso para o visitante. Mas dá para entender. À noite, o Centro morre. Em décadas passadas, mormente até o início dos anos 1970, algumas se sobressaíam, como A Churrasquita, na Riachuelo entre Borges e Praça da Matriz, e a Quero Quero, na subida da Otávio Rocha. Mais tarde, ganhou fama a Capitão Rodrigo, no Plaza São Rafael, berço de famosas confrarias.

O dono da Quero Quero, Napoleon Kristakis, também tocava o Restaurante Napoleon, quase ao lado. Tragicamente falecido em um acidente besta, o homem era uma mina de histórias, especialmente a sua. De origem grega ou armênia, fica na dúvida, foi mordomo do armador (construtor de navios) grego Aristoteles Onassis. Para provar, mostrava com orgulho uma foto dos dois, autografada pelo patrão. Bilionário, Onassis também era conhecido por casar com belas mulheres, entre elas a viúva do presidente americano John Kennedy, a fulgurante Jacqueline. Onassis era um homem feio, com nariz de fumar na chuva. Mas se a pessoa física era feia, a jurídica irradiava beleza.

A Churrasquita também recebia as histórias. Um dos clientes era o major Pedro Olímpio, major dos Provisórios da Revolução de 1923. Estancieiro forte do Alegrete, quando vinha a Porto Alegre tinha a acompanhá-lo Arsênio Marques, um misto de amigo e segurança. Certa noite, já com muito uísque rolando, Arsênio começou a se queixar da vida.

- Major, o senhor tem uma légua de campo, um monte de boi e dinheiro, e eu aqui pobre como rato de igreja. É muito triste a minha vida.

O major se comoveu com a triste sina do amigo.

- Arsênio, vamos fazer negócio. Eu te dou a melhor vaca do meu plantel e tu começas a criar.

O segurança aplaudiu, mas ficou sério em seguida.

- Mas como vou criar gado se não tenho terra?

O estancieiro se pôs a matutar.

- Vamos fazer o seguinte. Eu te compro a vaca de volta. Cinquenta tá bom?

Menos mal

O mapa mundial da Johns Hopkins, que mostra em detalhes o número de casos e mortes do Covid em todo o mundo, aponta que o número de casos aumenta, mas o número de mortes diminui, por enquanto. Varia de país para país, mas na Alemanha é muito menor. Para 480 mil infectados, houve 10,2 mil mortes. Resumindo, morre-se menos.

Por falar em vírus...

...a impressão que se tem é que a mídia assesta seus holofotes mais no número de casos que na evolução das letalidades. Quanto mais não seja para diferenciar as mortes de antes e de agora.

Consciência ambiental

A ação sobre reciclagem promovida pela Braskem nas sessões de drive-in da Semente - Mostra Infantil de Cinema e Sustentabilidade, mostrou o quanto a educação ambiental pode fazer a diferença para termos cidades mais sustentáveis e limpas. Todos os caros aderiram à iniciativa.

Violência contra as mulheres

Mário Monteiro, 77 anos, médico gaúcho arranchado no Rio de Janeiro há muitos anos, lança seu livro "A cruel e covarde violência contra as mulheres". Médico de Saúde Pública, Monteiro tem extenso currículo, incluindo PhD em Demografia Médica pela Universidade de Londres.

Icatu global

A Icatu Seguros lança o Gama Crédito Global Prev, novo fundo previdenciário global com a Oaktree Capital Management e Gama Investimentos. A seguradora aposta na estratégia de oferecer ativos globalizados para todos os perfis de investidores.

Miúdas

  • IMPRESSORAS 3D podem imprimir praticamente tudo. No futuro, as fábricas serão impressoras.
  • IRONIA: sempre se diz que o impresso vai acabar. Bem pelo contrário.
  • DECKS na frente do Mercado Público viraram dormitório noturno e diurno dos sem-teto.
  • ISSO que a prefeitura da Capital fica ali do lado. Perto, mas tão longe.
  • POPULAÇÃO física e jurídica está borocochô com o novo avanço do diabo da peste.
  • MORADORES do Passo D'Areia se queixam das constantes faltas de energia.
 

Mercopar à vista

Uma parceria com o Sebrae Nacional reunirá pelo menos 50 empresas de sete estados brasileiros e o Distrito Federal na 29ª Mercopar - Feira de Inovação Industrial, que ocorre presencialmente de 17 a 19 de novembro, no Centro de Feiras e Eventos Festa da Uva, em Caxias do Sul.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Fernando Albrecht
Fernando Albrecht
Informações exclusivas em notas curtas, objetivas e bem-humoradas. Bastidores da política, observações econômicas, causos do cotidiano e um olhar diferenciado sobre a vida urbana estão na coluna Começo de Conversa.