Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de agosto de 2020.
Dia do Patrimônio Histórico.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 17 de agosto de 2020.
Notícia da edição impressa de 17/08/2020.
Alterada em 17/08 às 16h43min

Lição que vem do céu...

Tatiane Nunes/Gramadozoo/DIVULgAÇÃO/JC
As agências reguladoras da aviação comercial têm pressionado a indústria aeronáutica a suprimir o ruído das turbinas até o ponto que não seja mais ouvido fora dos aeroportos. Por isso, pesquisadores da Unicamp estudam o mais silencioso dos voos, o das corujas. Não é de hoje que aves norteiam a aerodinâmica das aeronaves. A tecnologia busca auxílio na natureza mais cedo ou mais tarde.
As agências reguladoras da aviação comercial têm pressionado a indústria aeronáutica a suprimir o ruído das turbinas até o ponto que não seja mais ouvido fora dos aeroportos. Por isso, pesquisadores da Unicamp estudam o mais silencioso dos voos, o das corujas. Não é de hoje que aves norteiam a aerodinâmica das aeronaves. A tecnologia busca auxílio na natureza mais cedo ou mais tarde.

...e de um piloto americano

As winglets, a curvatura para cima da ponta das asas, que diminui o arrasto e economiza combustível, foi inspirada no voo dos abutres. Embora não haja referências a ele, foi um piloto da Marinha norte-americana que cismou com esse comportamento. Seu relato, lido por este colunista, foi publicado pela Seleções do Readers Digest no início dos anos 1950. Ele chamou essa curva de ângulo diedral.

Cavalo, um herói I

Mesmo no milênio dos combustíveis fósseis, a tração animal ainda é largamente utilizada no mundo todo. E aí entra o nobre cavalo, pau para toda obra. Mesmo na cidade grande, inclusive no policiamento, aqui ou em Nova York. Agora, a Universidade Federal do Rio de Janeiro pesquisou o soro obtido pelo sangue do cavalo para tratamento da Covid-19.

Cavalo, um herói II

Do sangue deste animal também se faz soro antiofídico. Para isso, injetam doses progressivas de veneno de cobras, em doses cada vez maiores até ter anticorpos. Poucos o elogiam, muitos o espancam e até o comem. É um factotum, o faz tudo. Nas guerras, sempre foi o primeiro a morrer. Nunca houve enfermeiro de cavalo nas batalhas. Cavalo é herói.

A doação que conforta

Em julho deste ano, o rio Paranhana botou para fora os 124,6 mm de chuva que caíram em Igrejinha em apenas 24 horas. Foi um sofrimento só. Agora, a Calçados Bibi doou sapatos e máscaras com tratamento antimicrobiano para as crianças de 510 famílias atingidas pela enchente.

Três Coroas

A 14ª Feira Cultural e Literária de Três Coroas ocorrerá em formato on-line e presencial. No dia 6 de setembro, com o lançamento oficial na Trescopark (na esquina da avenida Santa Maria com a Rua da Indústria), o público poderá participar do Encontro Literário drive-in, garantindo a presença a partir da doação de um livro novo ou usado.

Novidade na Expointer

Falta apenas o sinal verde do secretário da Agricultura, Covatti Filho, para que saia a Expointer virtual, ideia do Sindicato de Máquinas Agrícolas (Simers). É uma boa iniciativa. O deslocamento de animais e da infraestrutura seria problemático, sem falar no público. Toca ficha, secretário.

Da certeza à dúvida

Levantamento do repórter de Política do JC, Marcus Meneghetti, revelou o panorama atual da corrida ao Paço Municipal. Dos tais 17 ou mais pré-candidatos à prefeitura de Porto Alegre neste ano, pelo menos metade é o que se chama de figuração. Será troca de votos e apoio no segundo turno. Por cargos. Sempre foi assim. Mas nas atuais condições de temperatura e pressão, parte dos nomes deve desistir antes do prazo final para registro das candidaturas.
 

Vende-se alma

A prática de dar apoio político em troca de cargos é uma indecência a céu aberto. Em troca de alguns milhares de reais por mês, os partidos jogam seus programas no lixo, curvam a espinha para beijar os sapatos do novo chefe. Ah, mas sempre foi assim, dirão os curvados. Precisamente. Por isso somos uma caricatura de nação.

Indefinição

Na espera das definições definitivas, por assim dizer, pode até que alguns vereadores da Capital que iriam disputar a reeleição joguem a toalha. Os últimos movimentos do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) sugerem que ele está suicidando a sua candidatura, além de inticar com os vereadores.

Três flancos

A tarefa de Marchezan na busca da reeleição não será nada fácil. Nesses menos de 90 dias até o primeiro turno, o prefeito terá que se dividir em três flancos. O primeiro é a administração da cidade, com todos os esforços necessários para combater a disseminação do coronavírus. O segundo, o processo de impeachment aberto na Câmara Municipal, que pode ser concluído apenas alguns dias antes da eleição. O terceiro? A campanha à reeleição propriamente dita. Mas não haverá muito tempo para ela...

A Capital do Pedágio

Imagine o Centro Histórico de Porto Alegre com uma enorme cancela eletrônica de pedágio, onde não se entra sem pagar a taxa de R$ 4,70. E não só para veículos comuns. Motoboys e carros de aplicativos também terão que pagar, se o projeto napoleônico passar pela colenda.

Por falar em Porto Alegre...

...houve tempo em que a Capital era chamada de Cidade Sorriso. Hoje, ela não pode sorrir, porque está banguela, mal-humorada e prisioneira, cobaia de projetos que, no fundo, só visam arrancar mais dinheiro do contribuinte.

Mercado Privado

Se depender da colenda, não sai o negócio da PPP do Mercado Público de Porto Alegre. Dos 36 vereadores da Câmara Municipal, 20 se declararam contrários à concessão do Mercado à iniciativa privada, de acordo com um abaixo-assinado divulgado pelo vereador Adeli Sell (PT).

Comentários CORRIGIR TEXTO
Fernando Albrecht
Fernando Albrecht
Informações exclusivas em notas curtas, objetivas e bem-humoradas. Bastidores da política, observações econômicas, causos do cotidiano e um olhar diferenciado sobre a vida urbana estão na coluna Começo de Conversa.