Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 22/07/2020.
Alterada em 21/07 às 21h31min

A dor ensina...

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
...a gemer, reza o ditado. George Augusto Barbosa da Silva, livreiro muito conhecido na praça, optou por driblar o fechamento oferecendo livros nas bancas de revistas em Porto Alegre. Já fechou parceria com oito delas, e aumentando. As vendas? Vão bem, obrigado.
...a gemer, reza o ditado. George Augusto Barbosa da Silva, livreiro muito conhecido na praça, optou por driblar o fechamento oferecendo livros nas bancas de revistas em Porto Alegre. Já fechou parceria com oito delas, e aumentando. As vendas? Vão bem, obrigado.

Por falar em livros...

...livrarias não são consideradas atividades essenciais, mas deveriam. Ler é fundamental, ora. Infelizmente essa definição faz parte da cultura de um país que abandonou a leitura. Que sempre foi pouca.

Uma história do Charrua

Charrua era o apelido dado por admiradores do prefeito de Porto Alegre Loureiro da Silva (1937-1943 na primeira gestão), aquele que mandou abrir as avenidas Farrapos e Salgado Filho, contra a opinião dos assessores. A cúpula do então Partido Libertador pediu uma homenagem a Assis Brasil.

Loureiro abriu o mapa de Porto Alegre, espetou o dedo em um canto. Mas é área deserta, objetaram os libertadores.

- Esperem 20 anos.

O dedo estava no ponto onde hoje é a avenida Assis Brasil. Prefeito bom é o que sabe do futuro.

Rebelião

Já se tornaram comuns as manifestações de protesto de diversas categorias empresariais e de serviços junto ao Paço Municipal. Ontem foi a vez das academias. O que se nota é que cada vez mais os oradores vem subindo o tom da veemência com que cobram a reabertura em Porto Alegre. Caminhar de um processo que a página já antecipou.
 

Os sem-sol

Entre os que menos conseguem se expor ao sol para a pele fabricar a vitamina D estão os donos dos mercadinhos de bairro que nunca fecham. Começam a trabalhar antes mesmo da alvorada e vão até 22h ou mais. Como isso se reflete diretamente no humor e no sistema imunológico, tem que dar um desconto. Eles são os salvadores da pátria das compras de produtos básicos, além do mais.

Presença comum

pg3 Novo protesto contra restrições à circulação no Centro de Porto Alegre

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Já se tornaram comuns as manifestações de protesto de diversas categorias empresariais e de serviços junto ao Paço Municipal. Ontem foi a vez das academias. O que se nota é que cada vez mais os oradores vem subindo o tom da veemência com que cobram a reabertura em Porto Alegre. Caminhar de um processo que a página já antecipou.
 

No limite da paciência

O cansaço com o vírus e com a pandemia chegou a um tal ponto que já formou uma massa crítica que se recusa a falar sobre o assunto. Quando se conversa com quem não se fala há algum tempo, é comum ouvir o pedido para trocar de assunto. Paralelamente, vai aumentando consideravelmente o número de pessoas que nem mesmo quer se informar sobre o tema. Significa fugir dos meios de comunicação clássicos.

A vencedora

Nem Estados Unidos nem China. A grande vencedora no mundo pós-pandemia será a Alemanha de Angela Merkel, segundo o jornal The New York Times, por sua resposta à crise, em que destacou qualidades já existentes: governo eficiente, endividamento baixo, reputação de excelência industrial e crescente capacidade de criar empresas domésticas de alta tecnologia. Frau Merkel isolou a extrema direita e extrema esquerda.

Cleomar Lima

Vitimado pelo coronavírus aos 84 anos, Cleomar Lima foi muito mais do que pai da artista Fernanda Lima. Leitor desta página, o falecido destacou-se no basquete na juventude, entre outras atividades. Pessoa de fino trato, tinha a afabilidade como norte.

Novo hopsital

Foi inaugurado, ontem, um novo hospital em Guaíba, com a abertura de 40 leitos (matéria na página 18). Principal empresa instalada no município, a CMPC investiu R$ 4 milhões na estrutura de saúde, que iniciará os atendimentos ao público amanhã.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Fernando Albrecht
Fernando Albrecht
Informações exclusivas em notas curtas, objetivas e bem-humoradas. Bastidores da política, observações econômicas, causos do cotidiano e um olhar diferenciado sobre a vida urbana estão na coluna Começo de Conversa.