Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de maio de 2020.
Dia Mundial do Desenvolvimento Cultural.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 21 de maio de 2020.
Notícia da edição impressa de 21/05/2020.
Alterada em 20/05 às 22h54min
CORRIGIR

Ou vai, ou racha

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Com o caixa mais apertado que chincha em cavalo arisco, os lojistas que abriram ontem de manhã na Capital já captaram a mensagem. Ou reduz a margem, ou vai de três em um, como fez esta loja na Rua da Praia. Se não for assim, se estrepa do primeiro ao quinto invertido, como no jogo do bicho. O anzol foi lançado, resta saber se o peixe consumidor morde a isca.
Com o caixa mais apertado que chincha em cavalo arisco, os lojistas que abriram ontem de manhã na Capital já captaram a mensagem. Ou reduz a margem, ou vai de três em um, como fez esta loja na Rua da Praia. Se não for assim, se estrepa do primeiro ao quinto invertido, como no jogo do bicho. O anzol foi lançado, resta saber se o peixe consumidor morde a isca.

Salada de emoções

Parte do pequeno comércio de alimentação abriu as portas ontem de manhã com esperança. A linguagem facial dos proprietários variava desde a alegria moderada até uma tristeza latente. Para muitos, a reabertura veio tarde demais.

Os dois normais

A expressão "quando tudo voltar ao normal" tem duas traduções. Uma é a volta do abre tudo de novo, outra é quando o dinheiro voltar ao normal. Esse, só os deuses da fortuna podem prever. Se é que podem.

Me esqueçam

Caso algum vereador proponha o nome de alguém para batizar rua, praça ou viaduto, podem crer que é iniciativa de esquecimento do ilustre homenageado. Os nomes oficiais dos próximos viadutos que passarão por reformas são Engenheiro Ildo Meneghetti e Jorge Alberto Mendes Ribeiro. Tanto o que leva o nome do ex-governador quanto o que homenageia o radialista e político são chamados, simplesmente, de viaduto da Ramiro e viaduto da Protásio Alves.

Saída sem entrada

É de duvidar que Regina Duarte tenha ficado mais que um par de horas sentada na cadeira do gabinete da Cultura. A saída chamou tão pouca atenção que parece que ela nem assumiu.

Barragem de artilharia

Como se não bastassem os erros derivados da sua mania de não contar até 10 antes de falar, o presidente Jair Bolsonaro sofre um bombardeio de saturação jamais visto neste País. Até o horóscopo do Capitão deve prever desgraças - por encomenda.

Que país do futebol é esse?

Os 650 clubes que atualmente disputam competições profissionais no Brasil (todas as divisões de estaduais e nacionais) estão distribuídos por apenas 422 dos 5.570 municípios brasileiros, ou apenas 7,6% dos municípios tem futebol profissional. O raio X é da Pluri Consultoria.

O primeiro

Houve alvoroço em Nova Petrópolis. Foi registrado o primeiro caso de Covid-19 desde o início da pandemia, já lá se vão três meses. Um homem de 41 anos fez o teste em clínica particular e nem precisou de tratamento. Obteve alforria do vírus. A sempre diligente assessoria de imprensa da prefeitura reportou que todo o núcleo familiar do munícipe vai bem, obrigado.

A patrulha virótica....

Está acontecendo algo interessante no contexto da Covid-19. Profissionais da saúde de todos os calibres e funções, comunicadores e até mesmo vizinhos da esquina que não remam no barco do fim do mundo tem um medo/pânico de expressar suas dúvidas e certezas sobre o tema com receio de linchamento. Crê ou morre.

...e o silêncio obsequioso

É um bocado de gente que cochicha ao pé do ouvido, pedindo pelo amor de Deus não me comprometa, recados de gente que lida com números e sabe somar dois mais dois, observando que há, sim, boas notícias vindas de leituras equivocadas. Todos gemem a Patrulha Virótica, cujo único mandamento diz: "Boas notícias não existem". É o fundamentalismo guasca.

Até que enfim I

Desde o início da pandemia, a página vem comentando o uso de antiparasitários no combate ao vírus, e, agora, finalmente há boas novas. O ministro de Ciência, Marcos Pontes, afirmou que testes com nitazoxanida vêm apresentando bons resultados. O produto pode ser encontrado nas farmácias. Porém, antes de usá-la, fale com seu médico.

Até que enfim II

Vermífugos são conhecidos matadores de vários tipos de vírus. São usados em animais e humanos, e disponíveis em casas de produtos veterinários e farmácias. Como temos parasitas no corpo, médicos recomendam seu uso uma vez por ano, que é em dose única. Quem começou as pesquisas foram os australianos, que pediam verbas desesperadamente.

Agora é pra valer

Agora sim, o Mercado Público de Porto Alegre está aberto no todo. O âncora Gambrinus reabriu, e já se pode beber um expresso sentado nas cafeterias.

Comentários
Fernando Albrecht
Fernando Albrecht
Informações exclusivas em notas curtas, objetivas e bem-humoradas. Bastidores da política, observações econômicas, causos do cotidiano e um olhar diferenciado sobre a vida urbana estão na coluna Começo de Conversa.
Ou vai, ou racha - Jornal do Comércio
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de maio de 2020.
Dia Mundial do Desenvolvimento Cultural.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 21 de maio de 2020.
Notícia da edição impressa de 21/05/2020.
Alterada em 20/05 às 22h54min
CORRIGIR

Ou vai, ou racha

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Com o caixa mais apertado que chincha em cavalo arisco, os lojistas que abriram ontem de manhã na Capital já captaram a mensagem. Ou reduz a margem, ou vai de três em um, como fez esta loja na Rua da Praia. Se não for assim, se estrepa do primeiro ao quinto invertido, como no jogo do bicho. O anzol foi lançado, resta saber se o peixe consumidor morde a isca.
Com o caixa mais apertado que chincha em cavalo arisco, os lojistas que abriram ontem de manhã na Capital já captaram a mensagem. Ou reduz a margem, ou vai de três em um, como fez esta loja na Rua da Praia. Se não for assim, se estrepa do primeiro ao quinto invertido, como no jogo do bicho. O anzol foi lançado, resta saber se o peixe consumidor morde a isca.

Salada de emoções

Parte do pequeno comércio de alimentação abriu as portas ontem de manhã com esperança. A linguagem facial dos proprietários variava desde a alegria moderada até uma tristeza latente. Para muitos, a reabertura veio tarde demais.

Os dois normais

A expressão "quando tudo voltar ao normal" tem duas traduções. Uma é a volta do abre tudo de novo, outra é quando o dinheiro voltar ao normal. Esse, só os deuses da fortuna podem prever. Se é que podem.

Me esqueçam

Caso algum vereador proponha o nome de alguém para batizar rua, praça ou viaduto, podem crer que é iniciativa de esquecimento do ilustre homenageado. Os nomes oficiais dos próximos viadutos que passarão por reformas são Engenheiro Ildo Meneghetti e Jorge Alberto Mendes Ribeiro. Tanto o que leva o nome do ex-governador quanto o que homenageia o radialista e político são chamados, simplesmente, de viaduto da Ramiro e viaduto da Protásio Alves.

Saída sem entrada

É de duvidar que Regina Duarte tenha ficado mais que um par de horas sentada na cadeira do gabinete da Cultura. A saída chamou tão pouca atenção que parece que ela nem assumiu.

Barragem de artilharia

Como se não bastassem os erros derivados da sua mania de não contar até 10 antes de falar, o presidente Jair Bolsonaro sofre um bombardeio de saturação jamais visto neste País. Até o horóscopo do Capitão deve prever desgraças - por encomenda.

Que país do futebol é esse?

Os 650 clubes que atualmente disputam competições profissionais no Brasil (todas as divisões de estaduais e nacionais) estão distribuídos por apenas 422 dos 5.570 municípios brasileiros, ou apenas 7,6% dos municípios tem futebol profissional. O raio X é da Pluri Consultoria.

O primeiro

Houve alvoroço em Nova Petrópolis. Foi registrado o primeiro caso de Covid-19 desde o início da pandemia, já lá se vão três meses. Um homem de 41 anos fez o teste em clínica particular e nem precisou de tratamento. Obteve alforria do vírus. A sempre diligente assessoria de imprensa da prefeitura reportou que todo o núcleo familiar do munícipe vai bem, obrigado.

A patrulha virótica....

Está acontecendo algo interessante no contexto da Covid-19. Profissionais da saúde de todos os calibres e funções, comunicadores e até mesmo vizinhos da esquina que não remam no barco do fim do mundo tem um medo/pânico de expressar suas dúvidas e certezas sobre o tema com receio de linchamento. Crê ou morre.

...e o silêncio obsequioso

É um bocado de gente que cochicha ao pé do ouvido, pedindo pelo amor de Deus não me comprometa, recados de gente que lida com números e sabe somar dois mais dois, observando que há, sim, boas notícias vindas de leituras equivocadas. Todos gemem a Patrulha Virótica, cujo único mandamento diz: "Boas notícias não existem". É o fundamentalismo guasca.

Até que enfim I

Desde o início da pandemia, a página vem comentando o uso de antiparasitários no combate ao vírus, e, agora, finalmente há boas novas. O ministro de Ciência, Marcos Pontes, afirmou que testes com nitazoxanida vêm apresentando bons resultados. O produto pode ser encontrado nas farmácias. Porém, antes de usá-la, fale com seu médico.

Até que enfim II

Vermífugos são conhecidos matadores de vários tipos de vírus. São usados em animais e humanos, e disponíveis em casas de produtos veterinários e farmácias. Como temos parasitas no corpo, médicos recomendam seu uso uma vez por ano, que é em dose única. Quem começou as pesquisas foram os australianos, que pediam verbas desesperadamente.

Agora é pra valer

Agora sim, o Mercado Público de Porto Alegre está aberto no todo. O âncora Gambrinus reabriu, e já se pode beber um expresso sentado nas cafeterias.

Comentários
Fernando Albrecht
Fernando Albrecht
Informações exclusivas em notas curtas, objetivas e bem-humoradas. Bastidores da política, observações econômicas, causos do cotidiano e um olhar diferenciado sobre a vida urbana estão na coluna Começo de Conversa.