Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de dezembro de 2019.
Dia Internacional do Migrante.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 18/12/2019.
Alterada em 17/12 às 21h48min
COMENTAR | CORRIGIR

No balanço dos negócios

Decoração interna de Natal do shopping Praia de Belas

Decoração interna de Natal do shopping Praia de Belas


/MARCO QUINTANA/JC
O shopping Praia de Belas fecha 2019 com crescimento, bons números e novas operações, como se lerá em matéria nesta edição. Um dado novo e importante foi o aumento da participação acionária do Grupo Iguatemi, que já detinha 37,55% e administra o empreendimento, e passou para 57,55%. Os 20% foram vendidos pelo IRB (Instituto de Resseguros do Brasil), que está mudando seu perfil de investimentos. Um conhecido empresário gaúcho possui 18% do shopping.
O shopping Praia de Belas fecha 2019 com crescimento, bons números e novas operações, como se lerá em matéria nesta edição. Um dado novo e importante foi o aumento da participação acionária do Grupo Iguatemi, que já detinha 37,55% e administra o empreendimento, e passou para 57,55%. Os 20% foram vendidos pelo IRB (Instituto de Resseguros do Brasil), que está mudando seu perfil de investimentos. Um conhecido empresário gaúcho possui 18% do shopping.

A renda que não existe I

Os empresários de todos os setores estão otimistas com o ano vindouro, com apostas de um crescimento mais robusto do PIB. Não vamos nos iludir. Pode até haver crescimento, mas enquanto a massa salarial não crescer, e não crescer só pelos novos empregos, corremos o mesmo risco, um crescimento voo de galinha. A inflação vai subir, e os custos fixos das famílias vão subir muito mais.

A renda que não existe II

O custo de vida dá de relho na inflação oficial. E vem por aí aumento das passagens, IPTU, reajustes nos preços dos buffets e outras coisas que sobressaltam os pobres mortais, que não conseguem consumir mais. Na realidade, o salário real vai cair. Haveria uma chance de crescimento real se o governo reduzisse a carga tributária, um choque fiscal de alta voltagem, mas isso é mais difícil que galinha renegar milho. Cachorro não solta osso.

Mexida acadêmica

O MEC deve mudar em breve a estrutura acadêmica nas universidades. Professores deverão ter atuado ou estar exercendo a profissão que lecionam. Por consequência, mexe com a atual condição de se formar e lecionar em seguida sem ter exercido a profissão.

Corrida do ano

Um partido conservador resolveu fazer uma prova de 100 metros rasos entre os atletas mais conhecidos da Olimpíada Política da Capital 2020. Uma atleta vermelha, mas sem estrela, está na ponta com vantagem de 17 pontos; um ex-atleta que quer voltar às provas está com 10; e um terceiro, que está no pódio, cravou cinco. Os demais oscilam entre 3% e 6%. A questão toda é definir quem está no teto e quem está no piso.

Aposta na saúde...

O que os prefeitos de Esteio e Canoas têm em comum? Decidiram contrariar o lugar-comum de que "investir em saúde é o mesmo que enxugar gelo". E colheram os resultados: as cidades tiveram as melhores notas em saúde em recente pesquisa do Instituto Amostra, que avaliou nove municípios da Região Metropolitana.

...reconhecida pela população

Entre as ações, destacam-se a entrega do Centro Integrado de Atenção em Saúde em Esteio e a inauguração da Clínica de Saúde da Mulher em Canoas. Os prefeitos Leonardo Pascoal (PP) e Luiz Carlos Busato (PTB) sabem que ainda há muito a melhorar, mas o reconhecimento indica que estão no caminho certo.

Os desajustados

O Movimento Brasil Livre (MBL) promove, nesta sexta-feira, o lançamento do livro Como um grupo de desajustados derrubou a presidente: MBL A Origem. Estarão presentes os autores da obra, o deputado Kim Kataguiri e o coordenador nacional do MBL, Renan Santos. Na Livraria Santos do Shopping João Pessoa, às 19h.

Turismo na Torre

O governo federal quer atrair cerca de 40 aéreas para operar no País. Precisaria de mais turistas, isso sim. O Brasil recebe, anualmente, 6 milhões de turistas, mesmo número dos que visitam a Torre Eiffel. Fora o resto da França.

Miúdas

  • MINISTRO do STF Marco Aurélio diverge de Dias Toffoli e diz que Lava Jato não destruiu empresas, como alegou o colega de STF.
  • SE nem eles se entendem, imagina a população, que, estupefata, assiste ao baile de cobras que é o Supremo. Meu Deus.
  • SE fosse para definir as instituições brasileiras, uma boa metáfora é que vivemos tempos da vaca não reconhecer terneiro.
  • APLICATIVOS como o Uber deveriam coletar elogios dos passageiros e premiar publicamente os melhores motoristas.
  • AO taxar as exportações do agronegócio, o governo argentino consegue a proeza de exportar impostos. Meu Deus, parte 2.
  • TUDO que é bom demora a chegar em Porto Alegre e tudo que é ruim demora a sair.
 

Finais

CÂMARA de Vereadores entregou, ontem, a Comenda Porto do Sol à Associação das Empresas dos Bairros Humaitá e Navegantes - AEHN, proposição da vereadora Comandante Nádia. CONCEITUADO ranking internacional "Best Lawyers" destaca o gaúcho Sérgio Lewin entre os melhores advogados tributaristas do Brasil.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia