Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 03/12/2019.
Alterada em 02/12 às 21h59min
COMENTAR | CORRIGIR

Luzes da cidade

pg3 Decoração de Natla do Paço Municipal - joel vargas -mpa

pg3 Decoração de Natla do Paço Municipal - joel vargas -mpa


/JOEL VARGAS/DIVULGAÇÃO/JC

O Paço Municipal ganhou decoração especial para receber o espírito natalino. Além de um Papai Noel em tamanho real, a fachada foi enfeitada com mais 60 Papais Noéis de 90 cm, estrelas Sputink e luzes de LED para completar a cenografia criada pela Zona Franca Natal, tradicional fornecedor de decoração natalina. O Natal Alegre 2019 é uma iniciativa das entidades lojistas em parceria com a prefeitura de Porto Alegre.

A arte de empreender I

Na apresentação do caderno Anuário de Investimentos do Jornal do Comércio, ontem, no Palácio do Comércio, executivos discorreram sobre ações de suas empresas no Rio Grande do Sul. Marco Antônio Villela de Abreu, da RGE, contou os esforços da concessionária, que tem como base primeiro a segurança e a qualificação dos funcionários - a Universidade RGE. Márcio Port, do Sicredi, abordou a presença do banco cooperativo em 93% dos municípios gaúchos.

A arte de empreender II

Diretor-geral da CMPC, Mauricio Harger contou uma história curiosa. Mensalmente, ele promove um café da manhã aberto aos funcionários, menos para os chefes, para evitar inibições. Então, ele ouve críticas e sugestões dos colaboradores para a fábrica de celulose. Certa feita, contou, apareceu um estagiário curioso, que do limão fez limonada. Com um dos resíduos não reciclados - são 0,3% do total na fábrica -, ele criou um composto injetável, que serve para fazer cercas e decks.

Nem tudo está perdido

Assessor do vereador João Carlos Nedel (PP), José Antônio Celia testemunhou estupefato e comovido a fala do cobrador de ônibus da linha Praia de Belas, Paulo Roberto. No final da viagem, às 11h40min, na rua Uruguai, ele saudou os usuários desejando-lhes um bom dia "com as bençãos de Deus". Os passageiros bateram uma salva de palmas, igualmente emocionados. Precisamos urgentemente de mais Paulos Robertos para criar uma massa crítica de gentilezas que criam gentilezas.

A pilcha da Havan

Com o verão batendo na porta, centenas de consumidores, inclusive de Porto Alegre e de outras cidades, foram a Viamão comprar edredons. Porque cada um desses cobertores custava R$ 29,00 na inauguração da loja Havan, uma pechincha. Não é à toa que o carismático empresário Luciano Hang tem esse sucesso todo. Para começar, na frente do palco, colocou funcionários, e não as autoridades, que ocuparam as laterais. Hang entrou pilchado para a cerimônia. Esse sabe das coisas.

Por falar em pechincha...

...nas décadas de 1950 a 1970, fazia enorme sucesso o bazar Maluquinha da Praça do Portão, que, na época, usava muito esse tipo de chamariz. O dono, Reinaldo Fensterseifer, anunciava promoções diversas, como lâmpadas - que queimavam muito na época - por míseros centavos. As filas dobravam o quarteirão da Salgado Filho.

Legado inspirador

pg3 Germano Rigotto e Alceu Moreira - galileu oldenburg
Germano Rigotto (e), Arthur Schmid e Alceu Moreira
GALILEU OLDENBURG/DIVULGAÇÃO/JC
Durante o seminário do MDB, em São Leopoldo, o vereador Arthur Schmid, sobrinho e herdeiro político do líder histórico do partido Waldir Schmidt. Falecido em 2009, Waldir foi vereador, deputado estadual, deputado federal e três vezes prefeito de São Leopoldo. Na ocasião, Arthur entregou ao ex-governador Germano Rigotto uma foto do memorial de Waldir Schmidt, da época. Do lado de lá, o deputado e presidente do partido Alceu Moreira.

Déficit de PMs

Nos anos 1980, a Brigada Militar contava com 33 mil PMs para 7 milhões de habitantes no Estado, divididos proporcionalmente em 332 municípios gaúchos. Hoje, são 11 milhões de habitantes no Rio Grande do Sul, em 497 municípios, e menos de 17 mil policiais militares. A lembrança é da vereadora de Porto Alegre Comandante Nádia (MDB).

Miúdas

  • VENDAS da Black Friday - na realidade, Black Month -, de certa forma, antecipam as compras natalinas, certo?
  • TECNOLOGIA 5G não é para qualquer um. Precisa ser cachorro grande, porque exige antenas a cada 300 metros.
  • RUA Nova York, a nova Padre Chagas de Porto Alegre, que perdeu a paz controlada e, agora, aderiu à diluição do pagode.
  • JORNALISTA Rogério Mendelski deixa a Rádio Guaíba e vai para a Band RS.
  • CANDIDATOS precisam abrir bem o olhinho com as novas regras das redes sociais a partir de janeiro. O JC publicou matéria ontem sobre isso.
  • O TEMPO não espera. A bondade é impotente; a fortuna, inconsistente, e a maldade, insaciável. (Nicolau Maquiavel)
 

Finais

EX-VEREADOR da Capital, por 10 legislaturas, João Antônio Dib recebe hoje/15h o Troféu Câmara Municipal, proposição da vereadora Mônica Leal (PP). ARQUITETO Rafael Passos foi reeleito para a presidência Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS). MENUPOA de hoje/12h da Associação Comercial de Porto Alegre terá como tema "Para onde vai a comunicação".
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia