Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de novembro de 2019.
Dia do Bandeirante.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 14/11/2019.
Alterada em 14/11 às 15h51min
COMENTAR | CORRIGIR

De volta ao passado

ACERVO LYA MARIA PETRY SEELIG/DIVULGAÇÃO/JC
Falar em carro alegórico é associar ao Carnaval, pelo menos na cidade grande. Verdade que, em tempos mais remotos, tínhamos os corsos com a mesma filosofia. Os clubes sociais das cidades do Interior os usavam em vários eventos, caso do Clube Riograndense de Montenegro na Festa da Laranja de 1966. Faz parte do excelente livro dos 100 anos da entidade, de Lya Maria Petry Seelig.
Falar em carro alegórico é associar ao Carnaval, pelo menos na cidade grande. Verdade que, em tempos mais remotos, tínhamos os corsos com a mesma filosofia. Os clubes sociais das cidades do Interior os usavam em vários eventos, caso do Clube Riograndense de Montenegro na Festa da Laranja de 1966. Faz parte do excelente livro dos 100 anos da entidade, de Lya Maria Petry Seelig.

Histórias tristes I

Quem saiu de casa nesta quarta-feira de manhã se deparou com o protesto dos rodoviários que trancou tudo até o Mercado Público. Se o Sofrenildo (com licença do SamPaulo) pegou o Trensurb, se deu mal, porque o trem ficou parado por três horas e depois botou passageiros pelo ladrão. Pane em uma Brasília na Castelo Branco engarrafou mais que toda a produção diária da Ambev.
 

Histórias tristes II

Uma dessas pobres criaturas estacionou o carro em um shopping e se deparou com pane em metade das máquinas que emitem tíquete de estacionamento. Já exasperado, mas resmungado baixinho para os gnomos não ouvirem - sim, só pode ser diabrura deles - foi a um banco e das seis máquinas de autoatendimento só duas funcionavam. Ah, as engenhocas eletrônicas. Como seria bom se funcionassem.

Terra sem lei I

O Centro de Porto Alegre nesta quinta-feira. Além do protesto do Cpers, operação-padrão ou algo parecido dos ônibus, o salve-se quem puder. Alguns lotações com ponto na Borges de Medeiros, passaram por cima do canteiro da Salgado Filho para rumar para a João Pessoa. Quem protesta em um dia como o de hoje perde toda e qualquer razão.

Terra sem lei II

É um desprezo para com a população que sem eira nem beira gostaria ao menos de um transporte público decente. Fiscais de trânsito nem pensar. Já nem se os pede para fiscalizar, mas pelo menos importem algum respeito aos transgressores motorizados. Também pedestres que não dão a mínima para o sinal fechado tem culpa desse banzém.

O mistério

O Grêmio e a Melnick Even anunciam, nesta quinta-feira, às 10h30min, no Camarote VIP da Arena, uma parceria descrita como inédita no País. Tem a ver com a área de hotelaria em bairro nobre.

Missões impossíveis

É chegado o tempo das previsões para o que nos espera em 2020. Como já disse Delfim Netto, no Brasil, previsão para mais de 15 minutos é chute. Ou, como alguém já falou, no futuro, saberemos que os especialistas estavam inevitavelmente errados.

A César o que é de César

Verdade verdadeira é que há um bocado de má vontade com o governo Bolsonaro, a despeito das recentes (boas) medidas lançadas - Selic, corte de juros pela Caixa etc. -, reforçando o que já é fato: o aumento de boas notícias na área da economia.

Fala a prefeitura

A respeito da nota "Calçadão em pane", a prefeitura esclarece que os recursos para a revitalização são do CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina - e estão sendo usados em obras de recuperações viárias e no trecho 3 da orla. O projeto executivo da revitalização da Rua da Praia está em elaboração pela Encop Engenharia, e o projeto executivo deve ser concluído no início de 2020 e encaminhado para licitação.

Historinha de sexta (*)

O vice-prefeito de uma cidade do Litoral Sul emprestou R$ 5 mil para um amigo, que não pagou o compromisso na data aprazada. Depois de longa e infrutífera espera, o político começou a achar que seu rico dinheiro já era. Quando tudo parecia perdido, o devedor bateu na porta da sua casa. Humildemente, reconheceu que não havia honrado o compromisso, mas que queria fazer um acerto com o vice-prefeito.

E qual seria?

Poderias reduzir para a metade, 2 e 500?

Ora, claro que sim, disse ele, afinal era um dinheiro que ele não contava mais e o que entrasse era lucro.

O devedor pegou uma caderneta e anotou alguma coisa. Depois a fechou, estendeu a mão para o até então feliz vice-prefeito.

Ótimo. Então só te devo R$ 250,00.

Deu meia volta e foi embora. Sem pagar. E nunca pagou.

(*) antecipada devido ao feriado

Semente aérea

A propósito da demonização da aviação agrícola, tem que ser entendido que, deriva irresponsável à parte, não só de agroquímicos ela vive. Os aviões também espalham adubo com ureia e sementes de azevém, por exemplo, uma forrageira de inverno para o gado.

Miúdas

  • UÉ! Cadê o Lula? Como se cometa fosse, fez uma passagem feérica e depois voltou para o espaço. Ou está brincando de esconder.
  • ENTRE outras tantas profissões que o computador liquidou foi o decifrador de letra de médico nas receitas.
  • DE que adianta pedir água mineral se o gelo que colocam nela é do Dmae?
  • PORTO Alegre é a capital das sinaleiras. Mas sinaleiras só para carros. Bikes & Cia tem passagem livre.
  • UMA coisa precisa ser dita: se todos trabalhassem direito, não seria preciso criar Comissão de Trabalho.
  • A IMPUNIDADE é certa quando a cumplicidade é geral. (Marquês de Maricá)

Finais

  • CENTRO Popular de Compras - Pop Center lança, na segunda-feira/11h/Voluntários da Pátria 220, a Residência Artística com curadoria do francês Franck Marlot.
  • ASSOCIAÇÃO das Empresas dos Bairros Humaitá e Navegantes comemora 35 anos com almoço/Ratskeller Baumbach.
  • EX-deputado Raul Carrion (PCdoB) lança, neste sábado/18h, na ARI, o livro A luta vale a pena.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia