Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 06/11/2019.
Alterada em 05/11 às 21h23min
COMENTAR | CORRIGIR

Poema musical

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Um poema é um poema é um poema, parafraseando Gertrude Stein e sua rosa repetida. Mesmo que esteja em um ônibus de Porto Alegre. Boa sacada, Carolina, especialmente nestes tempos de Feira do Livro. Tudo parece estar a caminho da extinção, mas a poesia e os livros impressos são moribundos teimosos e insistentes. Eles sempre voltam.
Um poema é um poema é um poema, parafraseando Gertrude Stein e sua rosa repetida. Mesmo que esteja em um ônibus de Porto Alegre. Boa sacada, Carolina, especialmente nestes tempos de Feira do Livro. Tudo parece estar a caminho da extinção, mas a poesia e os livros impressos são moribundos teimosos e insistentes. Eles sempre voltam.

Notáveis mudanças I

Quem se lembra do início dos shoppings em Porto Alegre, quando só funcionavam até as 14h de sábado e não abriam nos domingos? Hoje, não se imagina eles fechados nos domingos. E surge um novo e, de certa forma, inesperado pleito dos lojistas: eles querem abrir mais cedo que o normal nos domingos. Exigência dos clientes.

Notáveis mudanças II

Em 2018, o Brasil teve um acréscimo de 19% no número de ricos. Por isso que o mercado de luxo só tende a crescer, porque é praticamente imune a crises. Na pior das hipóteses, pisam no freio por algum tempo em momentos de turbulência política. O Rio Grande do Sul não é exceção. Engana-se quem pensa que Porto Alegre é o umbigo do Estado. O dinheiro está no Interior.

Buracos presentes

Quando o sol tiver atestado de residência fixa, talvez a prefeitura da Capital faça uma operação tapa-buracos de verdade. Sempre que a página reclama, a resposta é que os buracos de hoje são herança das administrações passadas. Há o porém de sempre. Buraco é como cárie, tem que limpar primeiro, selar e depois aplicar o asfalto. Só botar asfalto é convite para reabri-lo no primeiro sereno que vier. Pelo menos foi isso que o colunista aprendeu no Laboratório do Asfalto da Via Dutra.

Síndrome da China

A administração Nelson Marchezan Jr. tem bons projetos no espectro macro, alguns em realização e de grande envergadura. O problema é que o diabo mora no detalhe, o problema de Marchezan é o varejo. Tudo sobre a China, nada sobre a esquina.

Gramado resiste

O prefeito de Gramado, João Alfredo de Castilhos Bertolucci, lançou nota oficial sobre o sequestro de um empresário que abalou a Serra das Hortênsias nos últimos dias. "Um plano fracassado, graças à decidida intervenção da Polícia Civil e da Brigada Militar que, mais uma vez, quando chamadas, deram a resposta que a sociedade espera das forças de segurança do Estado", diz o texto. Em 2020, a cidade terá cercamento eletrônico, diz Fedoca.

Braskem espacial

O estande da Braskem, na Praça da Alfândega, inclui uma área em que o público poderá saber mais sobre o projeto Imprimindo o Futuro, que levou uma impressora 3D até a Estação Espacial Internacional e, agora, levará uma recicladora. Por meio do projeto, os astronautas usam o Plástico Verde, criado no Polo Petroquímico de Triunfo, para imprimir ferramentas, que podem ser recicladas e transformadas em novos objetos.

Quem dá o presente...

...é o aniversariante. As comemorações dos 50 anos da Sanremo chegam na reta final de 2019 com uma ação muito especial para a maior empresa brasileira de utilidades domésticas plásticas. Hoje, a marca, com sede em Esteio e que integra as Empresas InBetta, vai promover um mutirão com orientação de uma profissional de organização para remodelar dois dos principais espaços da Apae Sapucaia do Sul: a cozinha e a área de cursos e oficinas.

É do ramo

Podem botar as fichas no novo comandante da Brigada Militar. O coronel Rodrigo Mohr Picon provou que é do ramo no Comando de Policiamento da Capital (CPC). É bom saber que estamos em boas mãos em matéria de policiamento ostensivo.

Miúdas

  • O SER humano não falha. O boliviano Evo Morales é outro exemplo da esquerda que chega ao poder e dele não quer apear. Filme velho.
  • COMO diz o escritor Luiz Coronel: "Com suas ideias ultrapassadas a América Latina vive eternamente um duelo de espadas enferrujadas".
  • MAIS chuva pela frente. Senhor, tende dó! Quereis que o Rio Grande vá a pique?
  • QUARENTA e um senadores assinam carta ao ministro Dias Toffoli pela manutenção da prisão em segunda instância.
  • COMO o Congresso Nacional tem 81 senadores, é quase empate. Supõe-se que os demais sejam contra.
  • COMEÇA amanhã, em Gramado, o Festuris, maior evento de turismo da América do Sul.
  • OPERADORAS de telefonia celular pretendem aumentar os preços. Conversamos pouco, será?
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia