Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 10 de outubro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 10/10/2019.
Alterada em 10/10 às 09h22min
COMENTAR | CORRIGIR

Tão calmo, tão bonito

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Parece algum rio no Pantanal ou na região amazônica, no meio do nada, perto de lugar nenhum, mas não é. É o nosso Guaíba visto da Ilha do Pavão. É aquela velha história do rio (ou lago) afastado da população, o que é uma falsidade. O que separa a cidade do seu rio é uma curta distância entre o cais e as ilhas. Pensando melhor, é até bom que permaneça assim. Se deixarem, surgem até loteamentos na água.
Parece algum rio no Pantanal ou na região amazônica, no meio do nada, perto de lugar nenhum, mas não é. É o nosso Guaíba visto da Ilha do Pavão. É aquela velha história do rio (ou lago) afastado da população, o que é uma falsidade. O que separa a cidade do seu rio é uma curta distância entre o cais e as ilhas. Pensando melhor, é até bom que permaneça assim. Se deixarem, surgem até loteamentos na água.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}

Trampolim tutelar

O fato de 72% dos conselheiros tutelares serem filiados a algum partido é uma daquelas coisas bem nossas - e coisas erradas. Ora, onde já se viu o ocupante de um cargo dessa responsabilidade ser vinculado a uma ideologia quando o ideal seria exatamente estar longe dessas paixões? Por causa disso é que parte usa o cargo como trampolim para uma carreira na política partidária.

Tudo tão estranho...

Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre revela que 76,2% dos pais sentem falta de produtos no mercado que estimulem o empreendedorismo infantil. Dá o que pensar. Será que esses pais não estão querendo botar a carroça na frente dos bois? Onde está o aspecto lúdico que dá asas à imaginação da criançada?

Sonhos desfeitos...

Nota de ontem sobre o futuro do funcionalismo público motivou leitor de Pelotas a voltar para décadas passadas, quando o sonho dourado de todo homem era ser funcionário do Banco do Brasil, fazer carreira no Exército ou abraçar a carreira pública. Ou ser médico, sair do Interior e morar e trabalhar na Capital, aduz o colunista.

...e sonhos refeitos

O salário inicial do BB no início dos anos 1960 era em torno de 18 salários-mínimos; as Forças Armadas não seduzem mais como antes; médico tem que pelar muito para ter um lugar ao sol: em vez de morar na Capital, hoje, muitos querem morar no Interior. Só a carreira pública ainda seduz, por causa da estabilidade e da aposentadoria integral.

Tecnopuc Experience

Acontece hoje, às 16h, na Arena 4all, o Tecnopuc Experience. Entre os temas em discussão está o escândalo da Cambridge Analytica, consultoria que teve um papel central no vazamento de informações de mais de 50 milhões usuários do Facebook. Os dados foram usados para fazer propaganda política.

A cobrança

Nota sobre a campanha de conscientização de motoristas em relação aos ciclistas mereceu vários comentários. Deveriam também conscientizar os ciclistas a não se meter no meio dos carros em vez de usar a ciclovia, trafegar na contramão e sem material reflexivo à noite, entre outros. A página aduz: e a sinaleira e as faixas de segurança valem para tudo que tenha roda. É claro que vão dizer que a página é contra as bikes, reação para não reconhecer os próprios erros.

Um caminho perigoso

Preocupada com as graves consequências de uma possível descriminalização das drogas, a deputada federal Liziane Bayer (PSB) pediu ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, o adiamento do debate do tema na corte suprema do País. O encontro reuniu outros parlamentares vinculados à defesa da família. Dizer que drogas teriam que ser de livre uso é desculpa de usuário. Transformaria o País em um hospital.

Miúdas

  • MINISTRO Gilmar Mendes, do STF, é um homem poderoso. Talvez tanto quanto o presidente da República.
  • ESPADA de Dâmocles está pendurada acima da cabeça da magistratura com a Lei de Abuso da Autoridade. O que não é bom.
  • FESTA Nacional da Música vai agitar Porto Alegre e a serra gaúcha nos próximos dias. Por obra e graça do infatigável Fernando Vieira.
  • NATURA quer ser empresa global e, por isso, começa uma operação na Malásia, que inclui loja física. Vai longe.
  • NÓS temos duas vidas. A segunda começa quando descobrimos que só temos uma. (Confúcio)

Finais

  • BANRISUL firma hoje/10h aditivo ao convênio com o CIEE-RS no desenvolvimento do Programa Jovem Aprendiz Banrisul para viabilizar a formação de 149 jovens do Programa de Acolhimento.
  • ADVOGADA Claudia Barbedo vai coordenar a Comissão do Direito do Idoso do Instituto Brasileiro de Direito de Família.
  • DESCOMPLICAR o mundo financeiro, proposta do bate-papo que a Sicredi União Metropolitana RS promove hoje/19h/agência Eduardo Prado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia