Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de agosto de 2019.
Dia Internacional dos Povos Indígenas.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Edição impressa de 09/08/2019. Alterada em 08/08 às 21h43min

De volta ao passado I

ALAP/Divulgação/jc
O registro mostra o momento em que o publicitário João Firme de Oliveira recebeu uma harpa paraguaia, presenteada pelo presidente do diário HOY Paraguay, genro do presidente Alfredo Stroessner. A história teve início no aeroporto Salgado Filho, quando o jornalista e comitiva chegaram a Porto Alegre com seu jatinho particular. Alguns passageiros estavam alcoolizados e até inoportunos, então agentes da Polícia Civil queriam detê-los.
O registro mostra o momento em que o publicitário João Firme de Oliveira recebeu uma harpa paraguaia, presenteada pelo presidente do diário HOY Paraguay, genro do presidente Alfredo Stroessner. A história teve início no aeroporto Salgado Filho, quando o jornalista e comitiva chegaram a Porto Alegre com seu jatinho particular. Alguns passageiros estavam alcoolizados e até inoportunos, então agentes da Polícia Civil queriam detê-los.
 

De volta ao passado II

Por acaso, Firme estava na ala internacional e presenciou o incidente. Também advogado, foi algodão entre os cristais. Depois de uma negociação, fez-se a paz. Agradecido pelo empenho de João Firme, o paraguaio brindou-o com a harpa da foto, que, a princípio, seria entregue para o cônsul do Paraguai em Porto Alegre. O mimo foi entregue em jantar oferecido pela Rede Pampa em 14 de junho de 1985, durante o Festival Internacional de Publicidade de Gramado. Na esquerda está Jayme Sirotsky, da RBS.

Guerra é guerra

O Progressistas e o governo Marchezan estão pintados com as cores da guerra. Parece não haver possibilidade de que as partes fumem o cachimbo da paz (matéria na página 19). A executiva do partido lançou nota dura sobre "as inexplicáveis ofensas" dirigidas pelo líder do governo Marchezan na Câmara, vereador Mauro Pinheiro (Rede), contra Mônica Leal (PP) e Ricardo Gomes (PP). Pano de fundo: a votação do IPTU 2020.

Se correr, o bicho pega...

Se a colenda postergar o aumento do IPTU para 2021, o nosso inefável alcaide não terá o vil metal para grandes investimentos. Periga nem sair uma operação tapa-buraco de respeito nas ruas da Capital. Alguns buracos são tão profundos que qualquer barulho perto dele resulta em eco.

...se ficar, o bicho come

Se a nova planta de valores do IPTU for mesmo cobrada já a partir do ano que vem, teremos uma senhora paulada para boa parte dos munícipes, cujas costas já estão em carne viva de tanto pagar impostos e taxas sem a devida contrapartida em serviços. Enfim, é a velha escolha de Sofia.

O quarteto em si

O historiador Voltaire Schilling estará no Instituto Ling ministrando curso sobre as dinastias intelectuais. Em dois encontros, marcados para os dias 13 e 20 de agosto, às 19h30min, o professor falará sobre Maquiavel, Voltaire, Adam Smith e Karl Marx, entre outros pensadores. Vá. Voltaire é do ramo.

Historinha de sexta

O garçom Zezinho do restaurante Gambrinus do Mercado Público, também cognominado de O Último Samurai, é um dos mais antigos profissionais da bandeja de Porto Alegre, com quase 40 anos de casa fora incursões passadas, como na famosa Tia Dulce da avenida Independência. Diziam que ele era tão antigo que suas calças de serviço ainda mostravam a marca da enchente de 1941.

José Carlos Lopes Tavares, nascido e criado em Bagé, tem os cabelos pretos como a asa da graúna e recém estão branqueando, com a tez que remonta aos espanhóis miscigenados com mouros bem lá atrás. Certa vez, um cliente perguntou se o bacalhau da salada de maionese era legítimo. Zezinho se empertigou.

- Mas claro que sim! O bacalhau é português e a batata é inglesa!

De outra feita, um casal de turistas perguntou ao garçom Vovô, já falecido, se o Gambrinus tinha sobremesa. Claro que sim, falou Vovô.

- E qual recomendas?

- Petit Gateau - falou Vovô.

- Então traz uma.

Não era uma, era um. Com a ponta do queixo, Vovô apontou para o baixinho Zezinho postado inocentemente na porta do restaurante, sem captar bem o súbito interesse por sua pessoa.

Miúdas

  • PORTUGAL está na moda em todo o mundo. Dobraram os voos entre Brasil e nosso avozinho, como era chamado.
  • LEITOR de Sapucaia do Sul se diz indignado com a situação do Cemitério Municipal, que está abandonado há anos.
  • OPINIÃO do ex-prefeito da Capital Guilherme Socias Villela (PP): ressuscitar o Projeto Rondon para levar jovens à Amazônia. Vale.
  • UM a um os símbolos dos agitos do passado no Litoral vieram a falecer. Nesta semana foi o Bali Hai de Atlântida.
  • mais tempo entrou em óbito o Bar Gaivota de Tramandaí, uma glória dos anos 1950.

Finais

  • HOSPITAL Moinhos de Vento promove, nesta segunda-feira, no Sheraton Hotel, o evento O Futuro da Saúde, trazendo executivos e lideranças internacionais de diferentes organizações em parceria com a Harvard Business Review Brasil.
  • SEMINÁRIO Cidade Bem Tratada acontece nesta segunda-feira, a partir das 9h, no Auditório do Ministério Público.
  • JOEL Queiroz é o novo diretor comercial, de marketing e expansão da RDC TV.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia