Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de novembro de 2020.
Notícia da edição impressa de 06/11/2020.
Alterada em 06/11 às 03h00min

Amarok V6 apresenta desempenho de carro esportivo

Utilitário também ganha a opção de um kit com peças em estilo "dark" na versão top de linha

Utilitário também ganha a opção de um kit com peças em estilo "dark" na versão top de linha


Volkswagen/Divulgação/JC
Aceleração de zero a 100 km/h em 7,4 segundos e velocidade máxima de 190 km/h (limitada eletronicamente). Performance de automóvel esportivo? Não, de uma picape. Mais precisamente, da Volkswagen Amarok, cujo motor 3.0 V6 TDI (turbodiesel) foi retrabalhado para entregar mais potência.
Aceleração de zero a 100 km/h em 7,4 segundos e velocidade máxima de 190 km/h (limitada eletronicamente). Performance de automóvel esportivo? Não, de uma picape. Mais precisamente, da Volkswagen Amarok, cujo motor 3.0 V6 TDI (turbodiesel) foi retrabalhado para entregar mais potência.
A engenharia da marca recalibrou a central eletrônica do propulsor, que com isso passou de 225 cv para 258 cv entre 3.250 e 4.000 rpm, um ganho de 15%. O torque também cresceu significativamente: de 550 Nm para 580 Nm na faixa de 1.400 a 3.000 giros, um incremento de 5%.
Para aumentar ainda mais o poderio do utilitário, há ainda a função "overboost", que durante 10 segundos fornece um acréscimo de 14 cv. Ativo quando a Amarok está em velocidades de 50 a 120 km/h, o recurso é indicado, por exemplo, para quando o motorista precisa fazer ultrapassagens em subidas com a caçamba carregada. Uma vez usado, o overboost volta a ficar disponível depois de cinco segundos.
Para se adequar ao novo padrão de rendimento do motor 3.0 V6 turbodiesel, a transmissão automática de oito marchas da picape também teve seus parâmetros de operação alterados. O propulsor mais potente poderá acompanhar todas as versões da Amarok: Comfortline, Highline e Extreme - porém, para todas também há a opção do 2.0 turbodiesel de 180 cv.
Além do propulsor "vitaminado", a Amarok ganha o pacote "Black Style" para a versão top de linha Extreme na cor "Mystic Black". Como o próprio nome indica, a picape da Volkswagen assume um visual "dark", com a introdução de uma série de acessórios escuros: para-choque traseiro em preto fosco; grade dianteira com frisos escuros e cromado; espelhos retrovisores externos pretos; estribos tubulares em aço escurecido; e rodas de liga-leve de 20 polegadas, spoiler dianteiro, frisos dos faróis de neblina e detalhes de acabamento interno em preto brilhante.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Vinicius Ferlauto
Vinicius Ferlauto
Acompanhe as informações do setor automotivo: lançamentos de veículos, inovações tecnológicas, investimentos industriais, ações de mercado, energias alternativas e o futuro da mobilidade. Tudo isso e mais em Automotor. Acelere comigo!