Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 11 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 11 de setembro de 2020.
Notícia da edição impressa de 11/09/2020.
Alterada em 11/09 às 03h00min

Peugeot lança novo 208 com direito à versão eletrificada

O reformulado compacto estreia no Brasil tendo o design como um dos destaques, trazendo para o País a nova identidade mundial de estilo da marca francesa. São quatro configurações equipadas com motor 1.6 Flex e transmissão automática de seis marchas: Active (R$ 74.990,00), Active Pack (R$ 82.490,00), Allure (R$ 89.490,00) e a Griffe (R$ 94.990,00). O modelo 100% elétrico e-GT também será vendido no mercado nacional - importado da França, já pode ser encomendado, mas seu preço não foi divulgado pela fabricante e as entregas só começarão no início de 2021.
O reformulado compacto estreia no Brasil tendo o design como um dos destaques, trazendo para o País a nova identidade mundial de estilo da marca francesa. São quatro configurações equipadas com motor 1.6 Flex e transmissão automática de seis marchas: Active (R$ 74.990,00), Active Pack (R$ 82.490,00), Allure (R$ 89.490,00) e a Griffe (R$ 94.990,00). O modelo 100% elétrico e-GT também será vendido no mercado nacional - importado da França, já pode ser encomendado, mas seu preço não foi divulgado pela fabricante e as entregas só começarão no início de 2021.
O novo 208 apresenta carroceria mais longa, larga e mais baixa do que a do antecessor, medindo 4.055 milímetros de comprimento, 1.738 mm de largura, 1.453 mm de altura e entre-eixos de 2.538 mm. O conceito do carro é claramente esportivo, chamando bastante atenção o grupo óptico dianteiro de desenho arrojado.
Internamente, segue sendo atração o i-Cockpit, batizado de "3D" em sua segunda geração. O conjunto de direção e comandos alia volante de dimensões reduzidas e base achatada, painel de instrumentos elevado (com tecnologia holográfica de exibição dos dados), central multimídia de sete polegadas e teclas que dão acesso direto às principais funções do veículo.
Produzido na Argentina, o novo 208 usa a plataforma modular global "CMP", uma das mais modernas do Groupe PSA, que reúne Peugeot e Citroën. Essa arquitetura permite a adoção de recursos avançados, como aviso de colisão, frenagem automática de emergência, alerta de mudança de faixa, farol alto automático e reconhecimento de placas de velocidade - o limite é exibido no painel.
O propulsor 1.6 Flex é o tradicional da Peugeot, o qual rende 118 cv de potência e 151,8 Nm de torque máximos - a novidade fica por sua associação com o câmbio automático sequencial de seis marchas. No caso do 208 e-GT, a versão eletrificada, o motor elétrico garante até 260 Nm de torque instantâneo e 136 cv, que são iguais a 100 kW.
O Peugeot 208 e-GT poderá ser "abastecido" em tomadas convencionais residenciais ou em carregadores rápidos, como os encontrados em estações de recarga. Dependendo no nível restante de energia e do meio utilizado, se consegue carregar até 80% da bateria em 30 minutos.
O comprador do compacto 100% elétrico receberá um sistema de recarga das baterias desenvolvido especificamente para operação em tomadas convencionais, como as encontradas nas residências brasileiras. O equipamento foi completamente concebido no País, considerando as características técnicas nacionais, como padrão das tomadas, tensão e frequência da rede elétrica.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Vinicius Ferlauto
Vinicius Ferlauto
Acompanhe as informações do setor automotivo: lançamentos de veículos, inovações tecnológicas, investimentos industriais, ações de mercado, energias alternativas e o futuro da mobilidade. Tudo isso e mais em Automotor. Acelere comigo!