Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 27 de março de 2020.
Dia Internacional do Teatro e Dia do Circo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, sexta-feira, 27 de março de 2020.
Notícia da edição impressa de 27/03/2020.
Alterada em 27/03 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Renault revela carro-conceito elétrico e autônomo

O Morphoz representa a visão da marca francesa para a mobilidade elétrica pessoal e compartilhável a partir de 2025. O veículo é capaz de reconhecer e dar as boas-vindas ao proprietário/usuário, se adaptar a todos o tipo de uso e de ser autônomo. O modelo também indica as características da nova família de carros elétricos da Renault, que será lançada nos próximos anos.
O Morphoz representa a visão da marca francesa para a mobilidade elétrica pessoal e compartilhável a partir de 2025. O veículo é capaz de reconhecer e dar as boas-vindas ao proprietário/usuário, se adaptar a todos o tipo de uso e de ser autônomo. O modelo também indica as características da nova família de carros elétricos da Renault, que será lançada nos próximos anos.
O Morphoz foi criado com base em uma novíssima plataforma modular 100% elétrica. Inovadora, essa arquitetura permite que o veículo tenha as rodas posicionadas nos quatro cantos da carroceria e um assoalho plano. Isso altera suas proporções externas, com menor distância do solo e teto mais baixo - produzindo ganhos em habitabilidade e aerodinâmica.
Definido como um crossover modular, o Renault Morphoz é conectado e equipado com funções de condução autônoma de nível 3, que possibilita ao condutor tirar as mãos do volante em determinadas situações específicas, nas faixas de rodagem determinadas, em autoestradas ou congestionamentos em via expressa. O veículo é capaz de gerenciar a distância em relação ao outro que segue à frente, manter-se na faixa de rodagem nas curvas e se mover em engarrafamentos.
A modularidade do carro-conceito aparece na transformação física de suas duas versões: a curta, chamada de "City", e a longa, denominada "Travel". Na versão City, o Morphoz mede 4,40 metros de comprimento e 2,73 m de entre-eixos; na Travel, respectivamente, 4,80 m e 2,93 m.
Esse tamanho a mais permite aumentar a capacidade de armazenagem de baterias e, por consequência, a autonomia do veículo: de 400 para 700 quilômetros. O Morphoz pode ser recarregado por indução: a recarga é feita em um local dedicado (em casa ou em um estacionamento público) ou ao passar sobre as vias dotadas dessa tecnologia.
E quando o carro-conceito elétrico da Renault muda do modo City para o modo Travel, as poltronas dos passageiros traseiros podem ser automaticamente deslocadas para trás, aproveitando melhor o espaço interno extra. Assim, os passageiros conseguem se acomodar como se estivessem em poltronas, com as pernas esticadas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Vinicius Ferlauto
Vinicius Ferlauto
Acompanhe as informações do setor automotivo: lançamentos de veículos, inovações tecnológicas, investimentos industriais, ações de mercado, energias alternativas e o futuro da mobilidade. Tudo isso e mais em Automotor. Acelere comigo!