Porto Alegre, terça-feira, 28 de julho de 2020.
Dia do Agricultor .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 28 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Defensoria Pública

- Publicada em 03h30min, 25/06/2019. Atualizada em 03h00min, 25/06/2019.

Juliana Lavigne toma posse para novo mandato na Adpergs

Reeleita para o biênio 2019-2021, Juliana Coelho de Lavigne tomou posse na semana passada como presidente da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (Adpergs). A diretoria é formada, ainda, pelo vice institucional, Clóvis Adão Pizzamiglio Bozza Neto; pela vice jurídica-legislativa, Maria de Fátima Záchia Paludo; pelo vice administrativo, Grazziane Tonel; e pela secretária-geral, Jimenes Mary Rosa de Araújo.
Reeleita para o biênio 2019-2021, Juliana Coelho de Lavigne tomou posse na semana passada como presidente da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (Adpergs). A diretoria é formada, ainda, pelo vice institucional, Clóvis Adão Pizzamiglio Bozza Neto; pela vice jurídica-legislativa, Maria de Fátima Záchia Paludo; pelo vice administrativo, Grazziane Tonel; e pela secretária-geral, Jimenes Mary Rosa de Araújo.
Durante seu discurso, Juliana enalteceu o trabalho da categoria. "A construção de um Estado forte, que atenda os cidadãos e norteie suas políticas públicas em servir à população passa, necessariamente, pela valorização do serviço público", afirmou.
A presidente da Adpergs ainda falou sobre a necessidade de incremento, respeito e valorização dos defensores públicos. "Nossa preocupação continuará sendo as condições de trabalho e, especialmente, as consequências em decorrência do aumento expressivo da nossa demanda ocasionada pelo reconhecimento da excelência do trabalho, como em função do aumento das nossas atribuições e a desigualdade crescente em face da crise financeira", completou.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO