Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de abril de 2019.
Dia do Ferroviário.

Jornal do Comércio

Jornal da Lei

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça Eleitoral

Edição impressa de 30/04/2019. Alterada em 30/04 às 03h00min

Bolsonaro nomeia Sérgio Banhos para vaga no TSE

Sérgio Banhos era um dos nomes da lista de indicados pelo STF a ocupar a vaga de Admar Gonzaga

Sérgio Banhos era um dos nomes da lista de indicados pelo STF a ocupar a vaga de Admar Gonzaga


Divulgação TSE
O presidente Jair Bolsonaro nomeou o advogado Sérgio Silveira Banhos para compor o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como juiz titular, na vaga aberta com o fim de mandato do ministro Admar Gonzaga Neto, que poderia tentar a recondução, mas não o fez. O decreto com a nomeação foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de sexta-feira.
Sérgio Silveira Banhos, que já era juiz substituto do TSE, é mestre e doutor em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e mestre em Políticas Públicas pela Universidade de Sussex (Inglaterra). Ele também é procurador do Distrito Federal e especialista em Direito Eleitoral.
Banhos era um dos nomes da lista tríplice de indicados pelo Supremo Tribunal Federal a ocupar a vaga de Admar Gonzaga. A lista foi eleita na última quarta-feira, 24, pelo Supremo e era encabeçada por Grace Mendonça, ex-advogada-geral da União no governo de Michel Temer.
Ainda integrava a lista o também ministro substituto do TSE Carlos Bastide Horbach. Os nomes foram submetidos ao presidente Bolsonaro, que já havia sinalizado que iria seguir a lista tríplice para escolher o novo titular.
leia mais notícias de Jornal da Lei
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia