Porto Alegre, terça-feira, 01 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 01 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COLUNA

- Publicada em 17h07min, 31/08/2020. Atualizada em 10h54min, 01/09/2020.

Sindiatacadistas debate projeto de reforma tributária e realiza ações para amenizar os impactos da pandemia nas empresas associadas

O presidente do Sindiatacadistas destaca a importância da aprovação da proposta, com adaptações e ajustes necessários a serem negociados com o governo

O presidente do Sindiatacadistas destaca a importância da aprovação da proposta, com adaptações e ajustes necessários a serem negociados com o governo


/REPRODUÇÃO/JC
O Sindiatacadistas está plenamente engajado no debate da proposta de Reforma Tributária do Governo do Estado em tramitação na Assembleia Legislativa. O projeto tem por objetivo simplificar a tributação no Estado, com a redução do número de alíquotas do ICMS para duas faixas, de 17% e 25%, além de promover a revisão de benefícios fiscais, instituir a devolução do ICMS para famílias de baixa renda e criar uma série de medidas de estímulo à atividade econômica.
O Sindiatacadistas está plenamente engajado no debate da proposta de Reforma Tributária do Governo do Estado em tramitação na Assembleia Legislativa. O projeto tem por objetivo simplificar a tributação no Estado, com a redução do número de alíquotas do ICMS para duas faixas, de 17% e 25%, além de promover a revisão de benefícios fiscais, instituir a devolução do ICMS para famílias de baixa renda e criar uma série de medidas de estímulo à atividade econômica.
A entidade vem discutindo em reuniões e encontros com as Diretorias dos Sindicatos Atacadistas e empresas associadas as repercussões da proposta de reforma nas atividades do setor, colhendo sugestões visando contribuir para o aprimoramento do projeto que estão sendo encaminhadas ao governo e aos parlamentares. O presidente do Sindiatacadistas, Zildo De Marchi, destaca a importância da aprovação da proposta, com adaptações e ajustes necessários a serem negociados com o governo, em vista do elevado déficit das contas do Estado e igualmente para a instituição de um modelo tributário capaz de assegurar condições efetivas de competitividade ao setor produtivo gaúcho frente às demais Unidades da Federação, com a consequente geração de postos de trabalho e aumento de renda da população.
Além das discussões tributárias, visando amenizar os impactos gerados pela crise, o Sindiatacadistas iniciou um processo de reinvenção de seus produtos e serviços, dentre eles, os cursos e eventos de qualificação voltados aos funcionários de suas empresas associadas. O Programa Qualificar, que tradicionalmente promovia eventos na sede do Sindicato, migrou para um formato mais moderno e totalmente online e gratuitos. “Sabemos que as empresas estão passando por um momento difícil e estão se adaptando à nova realidade. Nosso papel neste cenário é de apoiá-las e levar o conhecimento e a qualificação de forma online e gratuita, para que todos funcionários tenham acesso a esta vantagem” comenta Clarice Mielezarski, gerente executiva do Sindiatacadistas. “Os cursos oferecidos são nas áreas de logística, vendas, gestão, motivação entre outras, e os palestrantes são profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação”, reforça a responsável pelo Programa Qualificar, Tatiane Braga.
A programação completa de cursos e treinamentos encontra-se disponível no site da entidade: www.sindiatacadistas.com.br
Comentários CORRIGIR TEXTO