Porto Alegre, terça-feira, 11 de agosto de 2020.
Dia do Advogado.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 11 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Aviação

- Publicada em 03h00min, 11/08/2020.

Teste para Covid-19 é obrigatório em voos para Portugal

Exame deve ser realizado 72 antes do embarque para ser válido

Exame deve ser realizado 72 antes do embarque para ser válido


/Monique Pimentel/DIVULGAÇÃO/JC
Desde o dia 1º de agosto, todos os passageiros que tenham como destino final Portugal, inclusive cidadãos portugueses e passageiros residentes em Portugal, só poderão embarcar no Brasil se apresentarem o teste RT-PCR para Covid-19 no momento do embarque.
Desde o dia 1º de agosto, todos os passageiros que tenham como destino final Portugal, inclusive cidadãos portugueses e passageiros residentes em Portugal, só poderão embarcar no Brasil se apresentarem o teste RT-PCR para Covid-19 no momento do embarque.
As autoridades portuguesas determinaram que o exame deve ser realizado nas 72 horas que antecedem o voo, ou será recusado o embarque do passageiro para o seu voo.
Também que por determinação das autoridades portuguesas, as companhias aéreas só poderão aceitar como teste negativo válido o RT-PCR. Não será possível aceitar para embarque qualquer outro tipo de exame.
A TAP Air Portugal, com objetivo de auxiliar os passageiros a se adequarem à obrigatoriedade, fez uma parceria com os laboratórios Fleury, em São Paulo, e Clínica Felippe Mattoso, no Rio de Janeiro. O convênio possibilita 25% de desconto para os clientes TAP em parceiros que estão comprometidos em entregar o resultado do exame em até 72 horas antes do embarque, como determina as autoridades portuguesas. Em breve, segundo a companhia, novas regiões podem ser contempladas com parcerias como esta.
Em agosto, a TAP retoma as operações para Belo Horizonte, Fortaleza e Recife, e, em setembro volta a voar também para Brasília e Salvador. As operações para São Paulo e Rio de Janeiro também foram reforçadas - São Paulo passou de quatro voos semanais para voos diários, e o Rio de Janeiro de duas frequências semanais para quatro, sendo três frequências para Lisboa e uma para Porto.
A TAP está repondo gradualmente a sua operação e tem programado para este mês 36 voos semanais de ida e volta do Brasil para Portugal, num total de seis rotas. Em setembro, a expectiva é realizar perto de 44 voos por semana, num total de oito rotas.
Além dos voos para o Brasil, neste mês a empresa fará 20 voos para seis destinos na América do Norte, 44 voos para nove destinos em África, 329 voos para 30 cidades na Europa e 126 voos para seis aeroportos portugueses.
É em setembro, no entanto, que a TAP vai repor de forma mais significativa a sua operação, retomando cerca de 40% do que era a sua oferta normal no período pré-Covid. A empresa terá, neste mês, além dos voos para o Brasil, 30 voos em oito rotas na América do Norte, 59 voos para 13 cidades em África e no Médio Oriente, 498 voos para 35 cidades europeias e 159 voos entre seis cidades de Portugal.
A lista de rotas e voos poderá ser ajustada sempre que as circunstâncias o exijam, face à dinâmica da evolução das imposições e restrições dos vários países, em virtude da evolução da pandemia, bem como da evolução da procura. Esta lista atualizada pode ser consultada no site da TAP. 
Mesmo sabendo que o ambiente a bordo é dos mais esterilizados e seguros do ponto de vista do contágio de doenças infectocontagiosas, dada a qualidade do ar e a configuração da cabina, a TAP ajustou as rotinas e implementou novos e reforçados procedimentos.
Comentários CORRIGIR TEXTO