Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 07 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Edição impressa de 07/01/2020. Alterada em 07/01 às 03h00min

Tecon Rio Grande registra novo recorde de produtividade

Rendimento do terminal é de 92,72mov/h, uma alta de 89% em relação aos últimos cinco anos

Rendimento do terminal é de 92,72mov/h, uma alta de 89% em relação aos últimos cinco anos


Tecon/Divulgação/JC
O Tecon Rio Grande, terminal de contêineres do Grupo Wilson Sons, registrou em dezembro o melhor índice de produtividade do ano. Foram movimentados 72 contêineres por um único guindaste STS (Super Post Panamax Ship to Shore) no período de uma hora. O resultado foi obtido durante operação com navio CMA CGM Rio Grande, da linha Bossa Nova.
O Tecon Rio Grande, terminal de contêineres do Grupo Wilson Sons, registrou em dezembro o melhor índice de produtividade do ano. Foram movimentados 72 contêineres por um único guindaste STS (Super Post Panamax Ship to Shore) no período de uma hora. O resultado foi obtido durante operação com navio CMA CGM Rio Grande, da linha Bossa Nova.
Toda a operação durou 13h40m in e movimentou no total 1516 contêineres. O último recorde conquistado foi em maio, em operação com o navio CMA CGM Magadalena, também da linha Bossa Nova Service. "A nossa produtividade melhora a cada ano. O Tecon Rio Grande se consolida como terminal de primeira linha no país, com tecnologia de ponta e excelência em segurança", destaca Paulo Bertinetti, diretor presidente do terminal.
Hoje a média de produtividade do Tecon Rio Grande é de 92,72mov/h, uma melhora de 89% nos últimos cinco anos. Entre os fatores que contribuíram para os índices positivos estão o treinamento constante da equipe, além dos investimentos em tecnologia, com a implantação do sistema Navis N4, e na compra de novos equipamentos. O terminal conta hoje com nove STSs (capazes de operar em navios de até 24 contêineres de largura) e 22 RTGs (Rubber Tyred Gantry), guindastes móveis utilizados na movimentação dos contêineres no pátio, sendo oito elétricos, além de 2 mobile cranes (guindaste com 100t de capacidade) e 56 tratores de pátio.
Com mais de 20 anos, o Tecon Rio Grande é um dos mais importantes terminais de contêineres da América Latina. Opera as principais linhas de navegação que escalam o país e atende a cerca de três mil importadores e exportadores, tendo se tornado fundamental para o desenvolvimento econômico do estado do Rio Grande do Sul.
leia mais notícias de Logística
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia