Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Rodovias

Edição impressa de 29/11/2019. Alterada em 29/11 às 03h00min

Profissionais da engenharia discutem reciclagem de pavimento asfáltico na Capital

A reciclagem de pavimentos vem sendo cada vez mais utilizada no processo de restauração das rodovias. A técnica consiste na reutilização de misturas asfálticas deterioradas para produção de novos pavimentos e possui vários benefícios: ao reutilizar os agregados do pavimento degradado, ela diminui a demanda de novos materiais, preservando dessa forma o meio ambiente e diminuindo a exploração de jazidas e a geração de resíduos passivos, bem como as distâncias de transporte. A reciclagem será um dos temas a serem discutidos durante evento a ser realizado em Porto Alegre entre os dias 9 e 14 de dezembro.
A reciclagem de pavimentos vem sendo cada vez mais utilizada no processo de restauração das rodovias. A técnica consiste na reutilização de misturas asfálticas deterioradas para produção de novos pavimentos e possui vários benefícios: ao reutilizar os agregados do pavimento degradado, ela diminui a demanda de novos materiais, preservando dessa forma o meio ambiente e diminuindo a exploração de jazidas e a geração de resíduos passivos, bem como as distâncias de transporte. A reciclagem será um dos temas a serem discutidos durante evento a ser realizado em Porto Alegre entre os dias 9 e 14 de dezembro.
Organizado pela New Roads Engenharia, o encontro é conduzido pelo engenheiro consultor Elci Pessoa Júnior. Durante o evento serão discutidas diversas outras questões importantes no âmbito da pavimentação e restauração de rodovias e vias urbanas, como aditivos de preço e prazo; paralisações de obras; pintura de ligação; tratamentos superficiais; CBUQ; aquisição de ligantes asfálticos; placas de concreto; viabilidade técnico-econômica de soluções de restauração; remendos superficiais e profundos; fresagem de revestimentos asfálticos; e reperfilagem e rejuvenescimento com microrrevestimento asfáltico a frio.
Para Elci Júnior, o curso tem significativa importância, pois se pretende não apenas expor as técnicas executivas mais modernas, mas chamar a atenção para os detalhes que envolvem a execução de cada serviço e compartilhar também experiências internacionais que ajudam não só a elevar a qualidade, como muitas vezes a reduzir os custos. "O curso é ainda um convite a repensar até os nossos procedimentos mais consolidados e à descoberta de alternativas surpreendentemente eficazes", destaca o engenheiro.
O curso tem como público-alvo engenheiros, técnicos e demais profissionais do setor, além de construtoras; empresas de Consultoria (fiscalização, supervisão e gerenciamento dos serviços); prefeituras responsáveis pela contratação ou fiscalização de obras de pavimentação urbana; Dnit; DERs; Secretarias de Estado de Infraestrutura; Caixa Econômica Federal; BID e demais agentes financiadores de obras públicas; Controladorias Internas e Tribunais de Contas.
leia mais notícias de Logística
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia