Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de setembro de 2018.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Portos

Edição impressa de 21/09/2018. Alterada em 21/09 às 01h00min

Carga geral é destaque na movimentação em Rio Grande

Entre os granéis sólidos, houve avanço no complexo soja, que cresceu 4,1% no período analisado

Entre os granéis sólidos, houve avanço no complexo soja, que cresceu 4,1% no período analisado


/GUGA VW/ SUPRG/DIVULGAÇÃO/JC

A Superintendência do Porto do Rio Grande concluiu a análise dos dados estatísticos do período entre janeiro e agosto de 2018. Até o momento, o complexo registrou 27,7 milhões de toneladas movimentadas, um aumento de 1,2% quando comparado ao mesmo período do ano passado. A carga geral é o segmento que mais teve destaque, alcançando 8,1 milhões de toneladas, um aumento de 10,3%. Na carga geral, a celulose tem um dos principais destaques, totalizando 2,1 milhões de toneladas, um aumento de mais de 38% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. "A movimentação de celulose, que foi uma operação fortalecida desde 2015 com o projeto da Celulose Riograndense, nos mostra o potencial hidroviário e a capacidade técnica do porto", afirma o diretor superintendente Janir Branco. A celulose é um dos produtos que utiliza a hidrovia gaúcha para sua logística. Entre os granéis sólidos, destacou-se complexo soja (óleo, farelo e grão), que cresceu 4,1% no período analisado, somando 10,9 milhões de toneladas. O farelo teve crescimento de 28,4%, totalizando 1,6 milhões de toneladas, enquanto o grão ultrapassou 9,1 milhões de toneladas. O desembarque de cevada também teve crescimento significativo, saltando de 34 mil para 95 mil toneladas (aumento de 181%).

A China segue sendo o principal destino dos produtos gaúchos. O país asiático representa 59,2% da exportação do complexo portuário. Eslovênia, Espanha, Coreia do Sul e Estados Unidos completam a lista dos cinco principais destinos.

Com 5,3 milhões de toneladas, Rumo quebra recorde de transporte em agosto

A Rumo encerrou agosto com várias quebras de recorde de desempenho em suas operações mantidas em seis estados. O volume total transportado pela companhia nos 31 dias do mês passado foi de 5,3 milhões de toneladas de produtos agrícolas e industriais, 10% a mais do que o recorde anterior em agosto do ano anterior, que foi de 4,8 milhões. Em sua Operação Norte, a companhia ferroviária transportou 2,6 milhões de toneladas, 24% a mais do que os 2,1 milhões do mesmo período do ano anterior. Os aumentos foram nos dois grupos de produtos carregados: agrícolas e industriais. Foram 2 milhões de toneladas de grãos (soja, milho e farelo de soja) transportados para o porto de Santos (SP), 11% acima do recorde anterior em agosto de 2017 que fechou com 1,8 milhão de toneladas. No segmento de produtos industriais, o aumento no volume transportado foi de 64%, com 328 mil toneladas ante as 200 mil toneladas de agosto do ano anterior. Nesse nicho de mercado, são atendidos diversos clientes das áreas de construção civil, siderurgia, florestal, consumo, petroquímico e fertilizantes. Com vias férreas que formam o principal corredor de exportação do País, a Operação Norte abrange os estados de São Paulo e Mato Grosso. Nela, a Companhia aumentou em agosto o transporte simultaneamente com o melhor consumo histórico de diesel em suas locomotivas. O índice obtido foi de 3,48 L/MTKB (Litros/Milhões Toneladas por Quilometro Bruto), 3,6% mais eficiente frente ao recorde anterior de 3,61 no mês de julho. Em Rondonópolis (MT), o terminal da companhia movimentou 1,5 milhão de toneladas de grãos, 7% a mais do que o recorde anterior de julho, que chegou aos 1,4 milhão de toneladas. A unidade também descarregou 1.431 caminhões, 12% a mais do que os 1.271 de julho. A Operação Sul da Rumo abrange Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O principal destaque foi o aumento em 12% do volume total de grãos (soja e milho) transportados ante o mesmo mês do ano passado. Foi escoado 1,18 milhão de toneladas de produtos agrícolas para os principais portos da região, que são os de Paranaguá (PR) e São Francisco do Sul (SC). O desempenho de agosto foi o terceiro melhor resultado histórico da companhia na Operação Sul. Os dois primeiros ocorreram também neste ano, nos meses de março (1,25 milhão) e abril (1,21 milhão).

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia