Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 02 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Livros

Edição impressa de 02/01/2019. Alterada em 02/01 às 01h00min

Implementação de Compliance

O Manual de Compliance é uma obra coletiva e multidisciplinar com destacados profissionais especialistas e pesquisadores

O Manual de Compliance é uma obra coletiva e multidisciplinar com destacados profissionais especialistas e pesquisadores


/REPRODUÇÃO/JC
O Manual de Compliance é uma obra coletiva e multidisciplinar que reúne destacados profissionais especialistas e pesquisadores do tema de diferentes localidades do Brasil e do mundo.
"A governança corporativa e os programas de compliance estão intimamente relacionados. Implementar, criar as condições de desenvolvimento e manter um efetivo programa de compliance é uma decisão de gestão e integra parcela relevante do modo como as companhias são geridas e como as decisões de gestão são tomadas", introduz a obra.
Composto por 34 capítulos, o Manual se diferencia das demais obras sobre compliance em razão de seu grau de sistematização e organicidade. Sem cair em repetições, os temas dialogam entre si na construção de um amplo e aprofundado conhecimento da matéria de forma encadeada.
A obra está estruturada em cinco partes. A primeira traz os fundamentos dos campos da Governança, Risco e Compliance - GRC. Em seguida, são abordados os instrumentos mínimos empregados para dar concretude aos objetivos do compliance, estudando-se as melhores práticas que devem orientar a implantação e o monitoramento dos programas de integridade, treinamentos corporativos, due diligence, canal de denúncias, investigações internas, auditoria independente, entre outras ferramentas.
Na terceira parte, por sua vez, analisam-se, em linhas gerais, a legislação nacional sobre anticorrupção e suborno e a principal norma estrangeira sobre o tema (o Foreign Corrupt Practices Act - FCPA, dos Estados Unidos), bem como a legislação relativa à prevenção da lavagem de dinheiro e do financiamento do terrorismo. Adiante, na quarta parte, exibe-se a relação evidente entre o compliance e os diversos setores da economia, segmentados por mercados, expondo elementos cruciais da aplicação desses conceitos técnicos em áreas de alta relevância. Para fechar a obra, tem-se o enfoque a outro destinatário específico do compliance: o setor público e também o terceiro setor. Com abordagem abrangente e aprofundada de diversos temas relativos ao compliance, a obra representa um guia seguro para profissionais que atuam com compliance.
  • Manual de Compliance;
  • André Castro Carvalho Otavio Ventrini, Rodrigo de Pinho Bertoccelli,
  • Tiago Cripa Alvim; Editora Forense; 736 páginas; R$ 130,50
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia