Porto Alegre, segunda-feira, 10 de janeiro de 2022.
Porto Alegre,
segunda-feira, 10 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

- Publicada em 10/01/2022 às 03h00min.

Negócios do futuro: por que investir em empreendedorismo no setor financeiro

Você sabia que 60% dos jovens de até 30 anos sonham em empreender? Pois é! Um levantamento realizado pelo G1 mostrou que 24% dos brasileiros das classes A, B e C com até 30 anos já são empreendedores e 60% querem ter um negócio próprio no futuro.

E por que a maior parte da nova geração pretende investir ou já investe nesse formato de trabalho? Porque vivemos em um País com um mercado de trabalho fragilizado, onde o desemprego sempre foi alto e ficou ainda mais evidente no último ano, por conta da pandemia de Covid-19. Para se ter ideia, segundo pesquisa da Austin Ratin, agência brasileira classificadora de risco de crédito, o índice de desemprego no Brasil é o dobro da média mundial, ficando como o quarto país do mundo com maior número de desocupação.

Diante de um cenário crítico como esse, os jovens almejam conquistar a tão sonhada independência financeira para fugir do desemprego e obter autonomia no trabalho. Apesar disso, muitos demoram para iniciar sua jornada e dar os primeiros passos rumo ao empreendedorismo.

Afinal, são muitas dúvidas: por onde começar? Onde investir? Qual segmento escolher?

Uma das opções mais seguras e rentáveis atualmente é o mercado de franchising, que além de estar em constante crescimento, apresenta um formato inovador e com grande expectativa de sucesso.

Segundo estudo da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor manteve sua curva de recuperação no quarto trimestre de 2020, aproximando-se dos níveis pré-pandemia, com o faturamento do mercado de franquias no Brasil permanecendo na faixa dos R$ 168 bilhões no período entre o quarto trimestre de 2019 e o terceiro tri de 2020. Além disso, a geração de empregos nas franquias ultrapassou um milhão de vagas apenas no segundo trimestre de 2020. Esses números fortalecem a ideia de crescimento do franchising no País.

E por que optar por fintechs?

Com o cenário cada vez mais delicado, fica evidente a importância de buscar investimentos mais rentáveis. Como solução, as fintechs e bancos digitais podem tornar o acesso ao universo das franquias ainda mais fácil, oferecendo boas opções.

Felipe Valença,
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO