Porto Alegre, segunda-feira, 30 de agosto de 2021.
Dia da Conscientização sobre a Esclerose Múltipla.
Porto Alegre,
segunda-feira, 30 de agosto de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

LEITURA

- Publicada em 03h00min, 30/08/2021.

Marketing

Marketing de Conteúdo: a moeda do século XXI

Marketing de Conteúdo: a moeda do século XXI


//REPRODUÇÃO/JC

Em "Marketing de conteúdo", o fundador da consultoria Web Estratégica, Rafael Rez, convida todos que buscam alcançar mais pessoas através do mundo digital, seja para alavancar vendas, alcançar mais clientes ou estruturar um negócio. Segundo o autor, seu livro é sobre o presente e o futuro do marketing. "Ele tem começo, mas não tem fim. Ao terminar de ler a última página, você deve seguir adiante e escrever sua própria história, seja você um profissional de marketing, um empreendedor, um produtor de conteúdo ou diretor de alguma empresa." Para isso, a obra procura ajudar leitores a expandirem suas mentes e trabalhar na vanguarda do mercado. Entre os temas abordados, estão o marketing de conteúdo em todas as suas formas, cores e sabores. Planejamento, tráfego, geração de leads, vendas, tecnologia, ferramentas, tendências, práticas, produção, métricas e outros assuntos. Segundo Rez, há duas moedas muito caras no mundo de hoje: o tempo e a atenção. Ninguém tem tempo a perder e todos gostariam de ter mais horas no dia para dar conta de tudo que tem a fazer. Assim, conseguir que alguém preste atenção em algum conteúdo tem muito valor. Se as pessoas não prestarem atenção no que o negócio tem a dizer, não entenderão o valor oferecido e não comprarão o que está sendo vendido, por melhor que seja.

Em "Marketing de conteúdo", o fundador da consultoria Web Estratégica, Rafael Rez, convida todos que buscam alcançar mais pessoas através do mundo digital, seja para alavancar vendas, alcançar mais clientes ou estruturar um negócio. Segundo o autor, seu livro é sobre o presente e o futuro do marketing. "Ele tem começo, mas não tem fim. Ao terminar de ler a última página, você deve seguir adiante e escrever sua própria história, seja você um profissional de marketing, um empreendedor, um produtor de conteúdo ou diretor de alguma empresa." Para isso, a obra procura ajudar leitores a expandirem suas mentes e trabalhar na vanguarda do mercado. Entre os temas abordados, estão o marketing de conteúdo em todas as suas formas, cores e sabores. Planejamento, tráfego, geração de leads, vendas, tecnologia, ferramentas, tendências, práticas, produção, métricas e outros assuntos. Segundo Rez, há duas moedas muito caras no mundo de hoje: o tempo e a atenção. Ninguém tem tempo a perder e todos gostariam de ter mais horas no dia para dar conta de tudo que tem a fazer. Assim, conseguir que alguém preste atenção em algum conteúdo tem muito valor. Se as pessoas não prestarem atenção no que o negócio tem a dizer, não entenderão o valor oferecido e não comprarão o que está sendo vendido, por melhor que seja.

Marketing de Conteúdo: a moeda do século XXI; Rafael Rez; 400 páginas; DVS Editora; R$ 79,00; disponível em versão digital.

Mulheres

Mulheres na liderança: estratégias para superar obstáculos de gênero nas organizações
Mulheres na liderança: estratégias para superar obstáculos de gênero nas organizações
//REPRODUÇÃO/JC

Considerando as duzentas maiores empresas do Brasil, apenas 1,5% tem mulheres na presidência. No setor público, são 5% de mulheres neste posto executivo. Quem revela esses índices é a consultora em educação empresarial, escritora e pesquisadora Lucelena Ferreira, na abertura do seu livro "Mulheres na Liderança". Segundo ela constata, ao se observar a pirâmide hierárquica de uma empresa, é possível notar que à medida que se chega ao topo, há cada vez menos mulheres. O problema, inclusive, não é exclusividade brasileira. Em grandes potências como os Estados Unidos, profissionais mulheres lidam com situações semelhantes de falta de valorização no ambiente de trabalho. É a partir disto que a autora pergunta: por que esse número não é igual ao dos homens? E por que, quando sobem, ainda existem salários menores para elas do que para eles, ambos tendo a mesma função e a mesma formação? Essas e outras respostas estão no livro, que se vale da colaboração de grandes líderes brasileiras, como a ex-diretora de comunicação do Senado Angela Brandão que assina o prefácio, para ilustrar passagens importantes de suas carreiras. Ao longo da obra, Lucelena busca compreender as dificuldades da ascensão feminina, mostrando as armadilhas e obstáculos que aparecem na trajetória das mulheres, além de propor soluções que possam diminuir ou driblar essas barreiras de gênero.

Mulheres na liderança: estratégias para superar obstáculos de gênero nas organizações; Lucelena Ferreira; 208 páginas; Matrix; R$ 46,00; disponível em versão digital.

Planejamento

O rinoceronte cinza: como reconhecer e agir diante dos perigos óbvios que ignoramos
O rinoceronte cinza: como reconhecer e agir diante dos perigos óbvios que ignoramos
//REPRODUÇÃO/JC

De acordo com a analista de política, especialista em economia mundial e antecipação de crises, Michele Wucker, um "rinoceronte cinza" é uma ameaça altamente provável, de alto impacto, mas negligenciada: apresentando parentesco tanto com o elefante na sala quanto com o improvável e imprevisível cisne negro. Os rinocerontes cinzentos não são surpresas aleatórias, mas ocorrem após uma série de avisos e evidências visíveis. O estouro da bolha imobiliária em 2008, as consequências devastadoras do furacão Katrina e outros desastres naturais, as novas tecnologias digitais que transformaram o mundo da mídia, a queda da União Soviética. Tudo isso era evidente com bastante antecedência. Então, por que os líderes e tomadores de decisão continuam deixando de abordar os perigos óbvios antes que eles saiam do controle? E pior, não só deixam de abordar como não agem frente a todas as evidências. Para a autora, as soluções para crises financeiras, geopolíticas e corporativas gigantescas estão suscetíveis à mesma tendência humana à procrastinação que os desafios diários mais comuns. Por isso, com base em sua extensa experiência, Wucker mostra como reconhecer e combater estrategicamente ameaças iminentes de alto impacto.

Para isso, utiliza histórias persuasivas, exemplos do mundo real e conselhos práticos, úteis para qualquer pessoa que queira entender como lucrar evitando ser pisoteado. 

O rinoceronte cinza: como reconhecer e agir diante dos perigos óbvios que ignoramos; Michele Wucker; 368 páginas; Citadel; R$ 37,50; disponível em versão digital.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário