Porto Alegre, segunda-feira, 22 de março de 2021.
Dia Mundial da Água.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Opinião

- Publicada em 03h00min, 22/03/2021.

Home office no Brasil: é preciso evitar o comodismo

Renato Alves
Diretor de Expansão da Bicalho Consultoria Legal
Diretor de Expansão da Bicalho Consultoria Legal
Definitivamente o home office se tornou o grande diferencial das empresas no último ano e com as franquias não foi diferente. A pandemia tem obrigado donos de diferentes negócios e seus colaboradores a testarem e fazerem funcionar a ocupação profissional de forma remota. O que a princípio era só uma maneira de evitar o contágio do novo coronavírus, acabou proporcionando para os prestadores de serviços a não necessidade de locomoção para ir até os escritórios, flexibilidade de horários e bons resultados na execução das atividades.
Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), mais de 550 redes operam no modelo home office e a expectativa é de crescimento nos próximos dois anos, já que 36% das marcas que ainda não oferecem esse modelo de trabalho demonstram interesse em desenvolvê-lo. Neste tipo de franquia, a base do empreendimento é a casa das pessoas, o que faz com que o investimento inicial e os gastos fixos sejam bem menores. Atuando com bastante dedicação, é possível conseguir uma renda extra atrativa já nos primeiros meses de operação.
Adquirir uma franquia pode ser extremamente vantajoso para os empreendedores que desejam ter o direito de uso de alguma marca e a autorização para distribuir seus produtos e serviços. No entanto, antes de assinar qualquer contrato os interessados precisam planejar a reserva necessária, escolher uma companhia que tenha fit com o seu perfil e estilo de vida, além de pesquisar o histórico da companhia selecionada e conversar com outros franqueados para listar as vantagens e desvantagens de fazer parte da firma.
Também é necessário verificar a saúde financeira da franquia: a legislação determina que os franqueadores entreguem a Circular de Oferta de Franquia (COF), com todas as informações da empresa, até dez dias antes da parceria ser fechada. Somente após a leitura desse documento é que o empreendedor estará capacitado para decidir se quer vincular seu nome ao da rede. Nessa altura do campeonato, contar com o apoio de especialistas em franquias é extremamente importante para que cuidados específicos não passem despercebidos.
Assim como em qualquer trabalho, o caminho para construir uma história de sucesso é longa. Muita gente pensa que por se tratar de franquia home office e já ter um modelo pronto para ser seguido, não precisa se dedicar ao negócio e aí está o grande erro! Ficar em casa não quer dizer que terá menos coisas para fazer, pelo contrário: foco e disciplina são fundamentais para manter uma rotina satisfatória, ainda mais nos dias de hoje, onde estamos juntos da nossa família e podemos sofrer interferências, perdendo a concentração nos afazeres.
A escolha de uma franquia pode se mostrar uma decisão muito acertada se o empreender consegue superar os obstáculos que existem na jornada. Os riscos são inerentes a qualquer projeto, mas dentre os fatores que merecem atenção, destaco o excesso na carga de trabalho e a possibilidade de desatualização profissional. Se me cabe dar um conselho, diria para evitarmos o comodismo! O home office tem se mostrado um caminho sem volta no Brasil e no mundo afora, mas é preciso sairmos da zona de conforto para obtermos êxito na empreitada.
Comentários CORRIGIR TEXTO